top of page

São Gonçalo incentiva programas de tabagismo no Dia Nacional de Combate ao Fumo

Clínica Municipal Gonçalense realiza atividades sobre cuidados e prevenção


Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O Dia Nacional de Combate ao Fumo, comemorado neste domingo, tem como objetivo conscientizar a população sobre os risco que o vício provoca e ajudar na luta contra este hábito. Em São Gonçalo, a Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil oferece reuniões sobre os cuidados e prevenção à população através do Programa de Controle do Tabagismo.


O tabagismo é, reconhecidamente, uma doença crônica que desenvolve um fator de risco para cerca de 50 doenças, entre elas câncer, doenças pulmonares e cardiovasculares. Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) indicam que cerca de 60% dos usuários de tabaco em todo o mundo querem parar de fumar, mas apenas 30% da população mundial tem acesso a serviços apropriados para combate ao fumo.


A enfermeira Maria Ivone Moreira, que realiza todas as palestras e oficinas durante o programa, é ex-fumante e relata que é fundamental mostrar a realidade de uma vida com e sem o cigarro.


Temos que trabalhar com força, agilidade e argumentos para que as pessoas parem de fumar. Eu sou ex-fumante e sei o quanto é difícil. Fiquei horrorizada quando descobri o que a nicotina faz no nosso corpo”, contou Maria Ivone Moreira.



Eu coloco sempre para eles que é imprescindível pensar primeiramente no nosso eu. E questionar: “O que eu quero para a minha vida?” As pessoas precisam entender o que o cigarro proporciona de malefícios e que é possível construir uma vida saudável sem ele”, afirmou a enfermeira.


Em virtude da pandemia da covid-19, as reuniões têm vagas limitadas para até seis pessoas e acontecem em quatro etapas. O fumante entende porque fuma e como isso afeta sua saúde. aprende a lidar com os sintomas de abstinência, conhece os obstáculos para permanecer sem cigarros e recebe informações sobre os benefícios ao parar de fumar, como a melhora da autoestima e a diminuição do risco de doenças. Após os quatro módulos, o usuário passa a utilizar o adesivo de nicotina, que auxilia a parar de fumar, reduzindo os sintomas da síndrome de abstinência.


A atividade está sendo realizada na Clínica Municipal Gonçalense do Mutondo, na Rua Dr. Alfredo Backer, nº 358, Alcântara. O tratamento tem durabilidade de quatro sessões por grupo. Para se inscrever no programa, é necessário ir até a unidade de saúde e preencher um formulário. As palestras são realizadas todas às quartas, sempre às 14h30.


A Secretaria de Saúde e Defesa Civil de São Gonçalo oferece o programa em mais 19 unidades.

Locais de atendimento

Clínica Municipal Euryclides de Jesus Zerbini, Arsenal

Clínica Municipal Gonçalense do Mutondo

Polo Sanitário Hélio Cruz, Alcântara

Polo Sanitário Jorge Teixeira de Lima, Jardim Catarina

Polo Sanitário Paulo Marques Rangel, Porto do Pedra

Polo Sanitário Dr. Augusto Sena, Rio do Ouro

Polo Sanitário Washington Luiz Lopes, Zé Garoto

USF Alexandre Fleming, Boaçu

USF Antonina/Cruzeiro do Sul, Antonina

USF Barbosa Lima Sobrinho, Porto da Pedra

USF Coelho, Coelho

USF Emílio Ribas, Sacramento

USF Josyandra de Moura mesquita, Colubandê

USF Mutuá, Mutuá

USF Nova Cidade, Nova Cidade

USF Trindade, Trindade

Clínica da Família Dr. Jardel do Amaral, Venda da Cruz

USF Vista Alegre, Vista Alegre

USF Wally Figueira da Silva, Rocha

Próximas unidades a oferecer o serviço

USF Mutuá II, Mutuá

USF Hiparco Ferreira, Engenho do Roçado

USF Albert Sabin, Itaoca

USF Ana Neri, Gradim

USF David Capistrano, Salgueiro

Clínica da Família Marambaia, Marambaia

USF Brasilândia, Brasilândia