top of page

São Gonçalo perde status de cidade com mais de 1 milhão de habitantes, segundo IBGE

Instituto apresentou prévia do Censo 2022 ao TCU em dezembro


Por Cláudio Figueiras

Centro do Alcântara/Foto: Sim São Gonçalo
Centro do Alcântara/Foto: Sim São Gonçalo

São Gonçalo, o segundo maior município do estado do Rio de Janeiro e o 16º do Brasil, desidratou demograficamente e perdeu o status de cidade com mais de 1 milhão de habitantes, de acordo com a prévia do Censo 2022 realizado pelo IBGE e apresentada no final de 2022 ao Tribunal de Contas da União (TCU).


O tribunal é responsável pelo cálculo de distribuição dos recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) de acordo com a população de cada município.


O município foi o único que teve queda populacional na região do leste fluminense desde o último Censo, realizado em 2010.



Naquele ano, São Gonçalo contava com 999.901 habitantes. Já na prévia apresentada ao TCU, são 929.446 habitantes. Ou 70 mil moradores a menos na cidade.


A estimativa de 2021 do IBGE chegou a contar 1.098.357 habitantes. A barreira dos 1 milhão de habitantes foi ultrapassada em 2016, em levantamento anterior realizado pelo mesmo instituto.


Na região, todas as cidades vizinhas a São Gonçalo tiveram crescimento populacional. Com destaque para Maricá, que saiu de 127.519 habitantes em 2010 para 223.938 em 2022. Um crescimento populcional de incríveis 76%.


Já Niterói saiu de 487.327 para 523.664 habitantes e Itaboraí de 218.090 para 231.004 habitantes, respectivamente.


Os resultados finais do Censo 2022 devem ser apresentados em março de 2023.

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.