top of page

São Gonçalo realiza testagem de covid-19 em onze pontos

Na maioria dos locais, resultados reagentes correspondem a metade dos exames feitos

Zé Garoto/Foto: Divulgação
Zé Garoto/Foto: Divulgação

A Secretaria de Saúde (Semsa) ampliou na última semana o número de pontos de testagem do coronavírus em São Gonçalo. Ao todo já são onze locais de detecção da Covid-19 espalhados pela cidade com os reforços das tendas da Praça Zé Garoto e da Universo, na Trindade.


A tenda montada na Praça Zé Garoto está realizando cerca de 2 mil testes por dia. O vigia Fabio Luiz de Andrade, de 42 anos, decidiu fazer o exame porque estava com alguns sintomas.


Cheguei bem cedo aqui na praça para ser o primeiro. E consegui. Fui o primeiro da fila. Estou com dor de cabeça e dor no corpo, por isso resolvi testar hoje”, conta.


No caso da contadora Luciane Mendonça, de 35 anos, ela não tem nenhum sintoma, mas teve contato com quem testou positivo para a doença. Diante da grande procura, ela desistiu de realizar o teste.


Eu viajei com algumas pessoas que testaram positivo. Não sinto nada. Mas queria fazer por precaução. Posso acabar transmitindo sem saber. Mas como tem muita gente, se eu não estiver doente, posso até contrair o vírus. Vou para casa e fico isolada mesmo mais alguns dias”, disse a contadora.



No novo centro de testagem, aberto no ginásio da Universo, na Trindade, estão sendo realizados uma média de 1.200 testes diariamente. Na segunda-feira (17) foram 621 testes positivos e 644 negativos.


Aqui, como o espaço é grande, a gente tenta deixar todo mundo afastado. Mas as pessoas têm colaborado bastante. Nossa equipe de enfermagem também colabora muito, fazendo um excelente atendimento. Todos estão muito preparados. Quando chega alguém passando mal, com sintomas mais graves, a gente nem testa. Pedimos que a pessoa vá direto para a emergência, para ser estabilizada e, caso o médico indique o exame, ai nós atendemos”, explica Fabiana Nunes, coordenadora de urgência e emergência responsável pela tenda.


Nós tentamos ainda dar um atendimento prioritário para idosos e deficientes. Temos uma equipe separada realizando cadastro e teste só com esse grupo de pessoas”, completa.


A enfermeira Rayane Santos, de 23 anos, que faz parte da equipe de testagem na Universo, disse que a maioria das pessoas está indo fazer o teste alegando que teve contato com alguém que está contaminado.


A gente poderia dar um atendimento melhor caso viessem só as pessoas com sintomas”, explica.



Os locais atendem por ordem de chegada, a partir das 8h, alguns com distribuição de senhas antes do local abrir e outros com distribuição uma hora antes do posto encerrar o atendimento para quem já estiver na fila. Dependendo do número de pessoas, essa distribuição de senha será antecipada para que o atendimento seja encerrada até 17h.

É muito importante que toda a população mantenha as medidas restritivas e cuidados pessoais, como o distanciamento, uso de máscaras e higienização das mãos. Também é muito importante que os gonçalenses evitem aglomerações, usem álcool em gel e, nos locais de testagem, inclusive nas filas, mantenham a distância mínima de um metro, além de só sair de casa nos casos de necessidade.

Locais dos exames: - Tenda na Praça do Zé Garoto, diariamente, das 8h às 17h; - PAM Alcântara: de segunda a sexta, das 8h às 17h; - PAM Coelho: segunda a sexta, das 8h às 17h; - UMPA de Nova Cidade, diariamente, de 8h às 17h; - Ginásio da Universo, Trindade: segunda a sábado, das 8h às 17h; - Clínica Municipal Gonçalense Barro Vermelho: de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 17h; - Clínica Municipal Gonçalense do Mutondo: exclusiva para gestantes, de segunda a sexta, das 8h às 17h; sábados, das 8h às 12h; - Polo Sanitário Jorge Teixeira de Lima, no Jardim Catarina: segundas, terças e quintas, das 8h às 12h, com distribuição de senhas; - Polo Sanitário Dr. Augusto Sena, Rio do Ouro: terças, quartas e sextas, das 13h às 16h; - Clínica da Criança (0 a 12 anos), segunda a sexta, das 8h às 17h, com distribuição de senhas; - Hospital Franciscano Nossa Senhora das Graças, Lagoinha, diariamente, com distribuição de 500 senhas.

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.