top of page

A verdade sobre a Praia das Pedrinhas - por Mário Lima Jr.


Foto: Prefeitura de São Gonçalo
Foto: Prefeitura de São Gonçalo

Vocês me disseram para evitar a Praia das Pedrinhas porque o lugar era perigoso, em região dominada pela bandidagem. Entre outras falsas acusações, que era difícil estacionar perto da praia e que ela ficava distante demais do estacionamento do shopping São Gonçalo, “impossível andar até lá”. Mentirosos! Não imponham aos outros as amarguras que vocês cultivam na vida.


Em dias normais, a Praia das Pedrinhas é uma opção de lazer tão viável e segura quanto qualquer outra em São Gonçalo. A praia tem sido muito frequentada nos fins de semana, o que aumenta a sensação de segurança. Durante a comemoração pelos 132 anos de emancipação político-administrativa, com a forte presença da Guarda Municipal para organizar o trânsito e da Polícia Militar, Pedrinhas se tornou um dos lugares mais protegidos da cidade.


Ao lado da mesa em que sentei com minha família pra comer um peixe frito, uma bicha (como ela pedia para ser chamada) quicava no colo de um homem e prometia masturbá-lo. O homem só ria e aproveitava. Meu filho ouviu a promessa e ficou chocado. Parecia Carnaval na Praia das Pedrinhas e este episódio incomodou todos à mesa, mas o brasileiro sabe que álcool e multidões produzem eventos inesperados em qualquer lugar. No fim da performance, a bicha nos pediu desculpas e revelou que seu maior sonho é se casar e mudar para Dubai.



Na mesma mesa, as ondas do mar batiam nas pedras e alguns pingos nos molhavam de vez em quando. Na medida exata, sem atrapalhar a refeição. Morando em São Gonçalo desde 1989, foi a primeira vez que almocei ouvindo o som do mar e dos pássaros que ocupam as árvores da orla gonçalense. Mentirosos tentaram tirar isso de mim, mas não conseguiram.


Numa outra ocasião em que a praia esteja muito cheia, sentar dentro do restaurante deve ser uma escolha mais sensata. A estreita faixa de areia, do outro lado da rua, pertence à liberdade do povo. Sentar no restaurante tem outra vantagem: ficar mais próximo da cozinha, do gerente e dos garçons. Na Praia das Pedrinhas lotada, o atendimento não costuma ser rápido, de acordo com frequentadores. Quase desistimos do nosso pedido, mas a espera valeu a pena. O dourado, o caranguejo e o bolinho de bacalhau foram aprovados pela família, mesmo a maioria achando que não era bacalhau.


Há restaurantes passando por grandes reformas na Praia das Pedrinhas. Ela se tornou um local de claro crescimento econômico e cultural, em breve as mentiras não se sustentarão. No último sábado, a Porto da Pedra se apresentava lindamente no palco montado na rua, a poucos metros as crianças brincavam na quadra de esportes e jovens namoravam na praça. A verdade sobre a Praia das Pedrinhas é que seus frequentadores são mais inteligentes do que aqueles que não acreditam em São Gonçalo.

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.

Mário Lima Jr. é escritor.



POLÍTICA

KOTIDIANO