top of page

Escritora participa de roda de conversa em São Gonçalo neste sábado (1/7)

Colóquios Gonçalenses recebe a autora Deise Pontes neste sábado (1/7) no Arte Galeria Box 212

Deise Pontes/Foto: Reprodução Instagram
Deise Pontes/Foto: Reprodução Instagram

Os encontros de fala e de escuta "Colóquios Gonçalenses", realizados sempe aos primeiros sábados do mês, entra em sua 4ª edição e recebe a escritora Deise Pontes, autora do livro "Teodora Mendes e outras mulheres", lançado selo "Escritoras Vivas" da editora Apologia Brasil em março deste ano.


Para incrementar o evento, haverá, antes da roda de conversa com a convidada, audição dos icônicos álbuns "Branco" (1967) e "Transa" (1972) do cantor e compositor baiano Caetano Veloso, um dos criadores do movimento estético e artístico Tropicália.


"Não gosto de gerar expectativas, mas o que precisa ser conversado é a realidade de ser escritor em nosso país, as dificuldades de vender livros, principalmente quando não é conhecida no cenário cultural", refletiu Deise Pontes a O São Gonçalo.


O evento, realizado pela editora Apologia Brasil, busca destacar personalidades, preferencialmente de São Gonçalo, para divulgar o seu trabalho e dialogar com a cidade.



"O Colóquios sempre traz gente com algum trabalho na praça e que tem a cidade de São Gonçalo com ponto de partida de sua história. Desse vez fizemos a ponte com a Deise, essa mulher que tem uma história espetacular de superação e que se descobriu uma escritora de mão cheia que é um verdadeiro sucesso por onde passa", disse Helcio Albano, diretor da Apologia Brasil, que produz e promove o evento.


O evento, que ocorre desde março, já recebeu o jornalista Rujany Martins, os escritores Rodrigo Santos e Renata Toledo, e agora a escritora estreante que é sucesso de público e de crítica com o seu Teodora.



"Já passou da hora de afirmar que cultura não dá dinheiro. Não dá porque não querem investir em um local agradável para receber pessoas, onde se possa sentar, comer, beber e bater um bom papo, onde os artistas não valorizam o seu preço, onde o escritor tem vergonha der vender o seu livro, etc. É por isso que atualmente tem uma porção de gente ganhando muito dinheiro falando e escrevendo bobagens na internet e os artistas de verdade, não se expõe. Porém quando temos um meio de fazer isso, como o Colóquios, temos que abraçar, acolher e sermos os mais reais possíveis", finalizou Deise.


O Colóquios Gonçalenses será realizado no Arte Galeria Box 212 (Galeria Adelino Góes), neste sábado, 1º de julho, na Rua 18 do forte, 307, Centro de São Gonçalo.


Além do evento, quem for pode desfrutar da estante comunitária Carolina Maria de Jesus e de empréstimos gratuitos de livros.


Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI.

Entre no nosso canal do Telegram AQUI.

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.



POLÍTICA