top of page

Inscrições para concurso da PM serão abertas no dia 14 de junho

Mulheres terão 10% das duas mil vagas


Último processo seletivo foi feito há quase 10 anos - Foto: Divulgação/PMERJ
Último processo seletivo foi feito há quase 10 anos - Foto: Divulgação/PMERJ

O Dia - Já estão definidas as regras para a realização do concurso de 2023 para ingresso de 2.000 novos soldados da Polícia Militar. Conforme consta no edital, que foi publicado no Diário Oficial do Estado desta sexta (26), as inscrições estarão abertas entre 14 de junho a 12 de julho. Os candidatos devem ter entre 18 e 32 anos, sendo 10% das vagas destinadas às mulheres.


O concurso para soldados da PM de 2023 é o primeiro promovido pela corporação depois de quase dez anos. O último processo seletivo foi realizado em 2014, quando mais de 105 mil candidatos se inscreveram para concorrer a 6 mil vagas. A demora para a incorporação de todos os aprovados ocorreu em função da grave crise econômica e financeira enfrentada pelo estado, sobretudo na segunda metade da década passada, e, mais recentemente, da pandemia de covid-19.


''A realização desse concurso representa uma grande vitória para toda a sociedade fluminense. Conseguimos recolocar o nosso estado no caminho do desenvolvimento econômico e social. Estamos agora em condições de formar novas turmas de policiais para recompor o efetivo das forças de segurança de forma regular e planejada. Fizemos um grande investimento na reestruturação do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças, que, agora, está em melhores condições de formar os futuros policiais militares'', ressalta o governador Cláudio Castro.


Hoje, após a conclusão do Curso de Formação de Soldados, o salário bruto inicial da carreira de Policial Militar do Rio de Janeiro é R$ 5.233,88. Depois de inscritos, os candidatos passarão por nove etapas previstas pelo regulamento do concurso. Os aprovados deverão se apresentar em data ainda a ser marcada na Diretoria de Recrutamento e Seleção de Pessoal (DRSP) para, em seguida, ingressarem no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP).



''Além da formação operacional, no CFAP os alunos terão acesso a uma grade curricular teórica abordando temas fundamentais para a realidade atual, como legislação penal e civil, direitos humanos, violência contra mulher e uma gama de conceitos sobre polícia de proximidade'', explica o secretário de Estado de Polícia Militar, coronel Luiz Henrique Marinho Pires.

A partir de 14 de junho, os interessados poderão se inscrever pela internet, acessando o site www.ibade.org.br, onde constam o Edital, a ficha de inscrição e os procedimentos necessários à efetivação da inscrição. Para os candidatos que não possuem acesso à internet, a corporação disponibilizará um posto de atendimento, funcionando de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h, na DRSP (localizada na Avenida Marechal Fontenele, 2906, Jardim Sulacap, Rio de Janeiro). A taxa de inscrição está fixada em R$ 100, o mesmo valor cobrado para o concurso de 2014.


O concurso terá início no dia 27 de agosto com a prova escrita objetiva. Para ser aprovado nessa primeira etapa, o candidato deverá alcançar um índice de acerto de 60% da avaliação geral e não zerar nenhuma das disciplinas. Os aprovados na primeira etapa ficarão aptos a fazer a prova escrita discursiva (redação), no dia 29 de outubro, que exige nota mínima de 50 pontos.


Os aprovados nas duas primeiras provas estarão em condições de seguir adiante, cumprindo as demais sete etapas, que, como as duas primeiras, têm caráter eliminatório: preenchimento do Formulário de Informações Confidenciais (FIC) do Exame Social e verificação dos requisitos para inscrição no Concurso Público; Exame Antropométrico; Teste de Aptidão Física; Exame Psicológico; Exames Médicos; Exame Social e Toxicológico; e Avaliação Documental.


Em relação à faixa etária dos candidatos aptos a se inscreverem, vale esclarecer que o limite de idade considera 32 anos, 11 meses e 29 dias até 14 de junho de 2023, o primeiro dia do início da inscrição.


Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI.

Entre no nosso grupo do Telegram AQUI.

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.



POLÍTICA