top of page

Moïse foi morto após cobrar R$200 de diárias não pagas, diz comissão da Alerj

E mais: Roubo de carro e troca de tiros em Niterói, Gonçalense vende balas em sinal para ajudar no tratamento de câncer da esposa, Ceasa de São Gonçalo recebe placas para coibir maus-tratos de animais, Racismo contra participante do BBB


Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Começamos o Rolé desta terça (1) com a notícia de que o congolês Moïse Kabamgabe foi espancado até a morte depois de cobrar R$200 por duas diárias de trabalho não pagas. A informação é da deputada estadual Dani Monteiro (Psol), presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj).


“O Moïse foi cobrar duas diárias de trabalho no quiosque, e isso equivale a R$ 200”, relatou a parlamentar, na manhã desta terça. Em depoimento, testemunhas afirmaram que Moïse pediu para não ser morto enquanto era espancado. Uma das linhas de investigação averiguadas pela Delegacia de Homicídios da Capital (DHC), que apura o caso, é que os homens que o espancaram eram seguranças do quiosque. Com informações G1: Moïse foi morto após cobrar R$ 200 de diárias de trabalho não pagas, diz comissão da Alerj


Em Niterói uma perseguição policial teve tiroteio, acidente e um preso, na noite dessa segunda (31), no bairro do Jacaré, Região Oceânica de Niterói. De acordo com a PM, os bandidos estavam usando um carro que havia sido roubado de uma policial civil.


Os policiais iniciaram a perseguição. Durante a fuga, o carro usado pelos criminosos acabou capotando. Quando os policiais se aproximaram, um dos ocupantes do automóvel disparou contra a equipe. Os agentes revidaram, iniciando a troca de tiros. O suspeito que estava atirando fugiu em direção a um matagal. A Tribuna noticiou: Bandidos roubam carro de policial e trocam tiros com a PM em Niterói




Em São Gonçalo, um morador do bairro Itaúna tem travado verdadeiras batalhas para apoiar o tratamento da esposa e, para isso, começou a vender doces e balas no sinal para arrecadar recursos.


Luiz Claudio de Oliveira Lima, de 59, é casado com Deise Mery Silveira dos Santos, de 62, que descobriu dois nódulos na mama, em 2019. O diagnóstico e a quimioterapia foram feitos no Centro Municipal de Oncologia de São Gonçalo, localizado no Centro da cidade. O São Gonçalo tem os detalhes: Gonçalense vende balas em sinal para ajudar no tratamento de câncer da esposa


As unidades da Ceasa-RJ do Irajá e de São Gonçalo receberam nesta segunda (31) placas para coibir maus-tratos de animais e incentivar a adoção. A iniciativa é da Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento, responsável pelas políticas públicas de Proteção e Bem-estar Animal (RJPET). Mais informações no Dia: Unidade da Ceasa de SG é a 1ª a receber placas educativas no RJ


Finalizamos o Rolé de hoje com a notícia do Brasil de Fato de que a Comissão de Combate às Discriminações da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) anunciou que vai pedir que a Polícia Federal amplie as investigações contra o crime de racismo sofrido pelo participante do programa Big Brother Brasil 2022, Douglas Silva.


O ator foi alvo de xingamentos racistas em um blog que usou uma foto do grupo supremacista branco americano Klu Klux Klan para ofendê-lo, no dia 21/01: Comissão da Alerj pede que Polícia Federal investigue racismo contra participante do BBB

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.












POLÍTICA