top of page

Mulher trans é morta a facadas na Baixada Fluminense

Julia Nicoly Moreira da Silva era técnica de enfermagem no Hospital Municipal Getúlio Vargas Filho, em Niterói e no Hospital Estadual da Mãe, em Mesquita


Foto: Reprodução/Redes Sociais
Foto: Reprodução/Redes Sociais

Uma mulher trans foi amordaçada e morta a facadas dentro da própria casa, na noite desta quarta (26), no município de Belford Roxo, na Baixada Fluminense. Policiais militares do 39° BPM (Belford Roxo) foram acionados para uma ocorrência de homicídio, no bairro da Vila Pauline, e encontraram Julia Nicoly Moreira da Silva, de 34 anos, sem vida.


Ela era técnica de enfermagem no Hospital Municipal Getúlio Vargas Filho, em Niterói, e no Hospital Estadual da Mãe, em Mesquita.



De acordo com a Polícia Militar, os autores do crime roubaram o veículo da vítima, que foi localizado pelas equipes do 39º BPM no bairro Parque São José, no mesmo município. Em nota, a Polícia Civil informou que a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) instaurou inquérito para apurar o caso e que diligências estão em andamento para identificar a autoria do crime.


*Com informações O Dia


Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI.

Entre no nosso grupo do Telegram AQUI.

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.



POLÍTICA

KOTIDIANO