top of page

Nove pessoas morrem depois de forte temporal na região metropolitana do Rio

Rio está estágio operacional 4 em uma escala 5

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução


Nove pessoas morreram durante as fortes chuvas que atingiram Zona Norte do Rio e a região Metropolitana entre este sábado (13) e domingo (14)., informaram os bombeiros na tarde deste domingo. As informações são do G1.


O temporal alagou vias e afetou a operação de linhas de ônibus e do metrô no Grande Rio. O Hospital Ronaldo Gazolla, na capital, teve o subsolo inundado e ficou sem energia. Alguns concursos e provas marcados para este domingo foram cancelados.


Uma mulher seguia desaparecida em Belford Roxo e uma criança em São João de Meriti por volta das 14h35.



O prefeito do Rio, Eduardo Paes, decretou situação de emergência na capital por volta das 15h. O Centro de Operações Rio informou que a cidade entrou em estágio operacional número 4 -- o segundo mais alto na escala de riscos. Em Niterói, o alerta é máximo.


Segundo os bombeiros, uma mulher foi encontrada afogada dentro de casa em Acari. O corpo de bombeiros foi chamado para tentar socorrê-la às 7h25, mas já a encontraram morta. A vítima ainda não foi identificada.


Em Ricardo de Albuquerque, na Zona Norte, bombeiros encontraram o corpo de um homem que foi soterrado na rua Moraes de Pinheiro. Cães farejadores ajudaram nos trabalhos.

Três pessoas morreram em São João de Meriti, sendo que uma das vítimas por descarga elétrica e outra por afogamento.

E outras três pessoas morreram em Nova Iguaçu: um dos óbitos seria de uma mulher, moradora de rua - o corpo foi encontrado próximo ao córrego de Santa Eugênia. Outro óbito foi confirmado no bairro da Luz.



No início da tarde, também foi registrado uma morte em Comendador Soares, por afogamento. Às 14h30, a Prefeitura de Duque de Caxias confirmou um morto no município, eletrocutado.


Uma mulher ainda está desaparecida em Belford Roxo, onde também há o registro de um morto. O carro em que ela estava teria sido arrastado para dentro do Rio Botas, na altura do bairro Andrade Araújo, na noite de sábado. O marido, que estava com ela dentro do carro, conseguiu escapar.


Em Irajá, Zona Norte da capital, a Superintendência da Polícia Rodoviária Federal ficou alagada e várias viaturas, inclusive um blindado, ficaram embaixo d'água.


Em Nova Iguaçu, há também registros de desabamento de imóvel, deslizamento de barreira, e ameaças de queda de poste.


Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI.

Entre no nosso grupo do Telegram AQUI.  

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.