top of page

Polícia Civil derruba monumento às vítimas da chacina do Jacarezinho

E mais: Justiça determina prisão do empresário 'rei Arthur' e afastamento de delegado, Guarda municipal é afastado após agressão a estudante, Alunos da UFF reclamam de falta de segurança entre a universidade e o terminal, Morre aos 58 anos o cantor Eduardo Gallotti


 Foto: Recebido por WhatsApp
Foto: Recebido por WhatsApp

Começamos o Rolé desta quinta (12) com a notícia de que na tarde de ontem, a Polícia Civil entrou com os blindados, conhecidos como caveirões, na favela do Jacarezinho, na zona norte do Rio de Janeiro, e derrubou o monumento inaugurado na sexta (6) para homenagear os mortos na Operação Exceptis, ocorrida no dia 6 de maio do ano passado.


O memorial consistia em uma parede com cerca de 1,7m de altura e 1,5m de largura, pintada de azul, onde foram fixadas placas com o nome dos 28 mortos, incluindo o policial André Leonardo de Mello Frias. Informações Agência Brasil: Polícia Civil derruba monumento às vítimas da chacina do Jacarezinho


E a 1ª Vara Especializada da Capital determinou a prisão preventiva de Arthur César de Menezes Soares Filho, conhecido como rei Arthur. O pedido foi feito com base numa denúncia por corrupção e lavagem de dinheiro.


O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio do Grupo de Atuação Especializada de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), obteve ainda na Justiça o afastamento do delegado Ângelo Ribeiro de Almeida Junior da Polícia Civil e da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), onde trabalhava como assessor. Vimos no Extra: Justiça determina prisão do empresário 'rei Arthur' e afastamento de delegado



Em Valença, a agressão a um aluno dentro de uma escola pública está sendo investigada pela Polícia Civil. A confusão aconteceu na manhã de quarta (11), durante uma abordagem da Guarda Municipal, que foi chamada à Escola Municipal Deputado Luiz Pinto, no centro da cidade, para coibir uma briga entre alunos. Tá no Dia: Confusão em escola: guarda municipal é afastado após agressão a estudante


E alunos da Universidade Federal Fluminense (UFF) relatam a falta de segurança em torno da universidade. Diariamente estudantes que precisam se deslocar até o terminal rodoviário passam por situações de insegurança e medo durante o trajeto que não tem iluminação e nem policiamento.


A solução encontrada por muitos é sair em grupos ao término das aulas, já que temem assaltos e outros tipos de violência. A Tribuna noticiou: Alunos da UFF reclamam de falta de segurança entre a universidade e o terminal


Finalizamos o Rolé de hoje com a lamentável notícia de que o cantor e compositor Eduardo Gallotti, morreu aos 58 anos, na madrugada desta quinta (12), na Casa da Saúde São José, no Humaitá, Zona Sul do Rio.


O irmão do artista confirma que Eduardo sofria de câncer e que havia passado mal durante a noite de quarta (11). O artista chegou a ser socorrido e levado para o hospital, mas não resistiu.


Com 30 anos de puro samba, Gallotti foi o responsável pelo nascimento das principais rodas do gênero musical na cidade do Rio de Janeiro, como a do Sobrenatural, do Severina, do bar Emporium, do Trapiche Gamboa e também pela do Cadongueiro, em Niterói. Tá no São Gonçalo: Morre aos 58 anos o cantor Eduardo Gallotti, responsável por rodas de samba no Rio

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.




POLÍTICA

KOTIDIANO