top of page

Por quanto tempo é higiênico deixar líquidos no copo Stanley?

Veja como limpá-los para evitar a proliferação de microrganismos


Foto: Reprodução
Foto: Reprodução



Nas redes sociais ou na vida real, você já deve ter se deparado ou ouviu falar de algum produto Stanley: garrafas e copos térmicos que prometem manter a bebida gelada por longas horas.


Os recipientes aguentam tanto tempo sem interferir nos líquidos pois são feitos de aço inoxidável ou 18/8 e isolados a vácuo. Essa tecnologia é resistente à corrosão e à oxidação, permitindo a estabilidade na temperatura.


Mas por quanto tempo é higiênico manter os líquidos neles? E como limpá-los, para evitar a proliferação de microrganismos?


Trocar todos os dias


A recomendação é trocar os líquidos a cada 24 horas, no máximo. Isso vale para qualquer garrafa térmica, explica a microbiologista Aline Stipp.


É importante lembrar que o produto é uma garrafa térmica, e não uma garrafa de água. Isso significa que ela não é adequada para armazenar água por longos períodos. A água pode perder seu sabor e frescor com o tempo. - Aline Stipp, microbiologista e doutora pela UEL (Universidade Estadual de Londrina)



Quais os riscos da falta de higienização?


Contaminação por bactérias e fungos: quando não bem higienizadas e sem fazer a troca dos líquidos, garrafas térmicas são um terreno fértil para o crescimento de bactérias e fungos —que podem causar diarreia, vômitos, náuseas, dor de garganta, intoxicação alimentar e até infecção pulmonar.


Danos à garrafa: o acúmulo de resíduos pode danificar a garrafa e reduzir a sua vida útil.


Desconforto e mau cheiro: que leva a desconfortos na boca e na garganta.


Como limpar? E de quanto em quanto tempo?


O ideal é lavar as garrafas e copos térmicos todos os dias, ainda mais se o uso é frequente.


Essa higienização deve ser feita com água e sabão, ou com um produto de limpeza específico para os produtos. Se preferir, é liberado usar água quente. O mais importante é lembrar de desmontar todos os componentes, como as tampas, para uma limpeza sem erros.


Modelos com canudo, um dos mais famosos da marca, merecem atenção especial. Vale lavar o canudo mais de uma vez ao dia, inclusive. Stipp dá as recomendações para higienizá-lo:


Mergulhe o canudo em uma solução de água e sabão, ou limpe-o com um produto de limpeza específico;


Use uma escovinha para limpar a parte interna do canudo;


Enxágue bem com água limpa e seque com um pano limpo.


"Se o canudo estiver muito sujo, deixe de molho na solução de água e sabão por alguns minutos antes de limpá-lo. Você também pode usar um palito de dente, ou um cotonete para limpar as áreas difíceis de alcançar", orienta a especialista.



O que não fazer?


A microbiologista ainda alerta que alguns métodos são proibidos por prejudicarem a segurança dos produtos. É o caso de:


Aquecer a caneca térmica no fogo ou no micro-ondas, pois há o risco de danificar o isolamento ou a tampa.


Usar limpadores abrasivos (como esponjas de aço), capazes de arranhar o interior da caneca térmica e facilitar o acúmulo de bactérias e fungos.


Usar produtos químicos fortes (como a água sanitária), que danificam o isolamento do produto e afetam a sua capacidade de manter a temperatura do líquido.


*Com informações UOL


Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI

Entre no nosso grupo do Telegram AQUI 

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.