top of page

Rolé: STF forma maioria para aumentar 'poderes do TSE' contra fake news

E mais: Eleitores têm até sábado para baixar ou atualizar o e-Título, Capitais brasileiras terão transporte público gratuito no 2º turno, Cinegrafista agredido por apoiador de Roberto Jefferson recebe alta e presta depoimento, Intérprete da Mocidade registra BO contra ataques racistas


Foto: Carlos Moura/SCO/STF - 20/10/2022
Foto: Carlos Moura/SCO/STF - 20/10/2022

Começamos o Rolé desta terça (25) com a notícia de que o STF (Supremo Tribunal Federal) formou maioria, hoje, para referendar decisão do ministro Edson Fachin que negou pedido de medida cautelar da PGR (Procuradoria-Geral da República) para derrubar uma nova resolução do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) que amplia seus poderes no combate às fake news.


O placar está em 7 a 0. Acompanharam Fachin os ministros Luís Roberto Barroso, Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, Alexandre de Moraes e Cármen Lúcia. Uol noticiou: STF forma maioria para aumentar 'poderes do TSE' contra fake news


E os eleitores de todo país têm até o próximo sábado (29), véspera do segundo turno das eleições que ocorrem no domingo (30), para baixar ou atualizar o e-Título, documento eletrônico de identificação que substitui a versão impressa do título de eleitor. Em Agência Brasil: Eleitores têm até sábado para baixar ou atualizar o e-Título


A maioria das capitais brasileiras – 26 no total – oferecerá transporte público com tarifa zero em 30 de outubro, quando será realizado o segundo turno das eleições de 2022. São elas: Aracaju, Belém, Belo Horizonte, Boa Vista, Brasília, Campo Grande, Cuiabá, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Goiânia, João Pessoa, Macapá, Maceió, Manaus, Natal, Palmas, Porto Alegre, Porto Velho, Recife, Rio de Janeiro, Salvador, São Luís, São Paulo, Teresina e Vitória. Tá no G1: Eleições 2022: veja quais capitais brasileiras terão transporte público gratuito no 2º turno


Após receber alta, o cinegrafista Rogério de Paula, da InterTV, agredido durante a cobertura da prisão de Roberto Jefferson, no último domingo (23), prestou depoimento à Polícia Civil. Ele recebeu alta hospitalar, na última segunda (24), após chegar a ficar na unidade de terapia intensiva (UTI).


O suspeito do crime, Diogo Lincoln Resende, ex-assessor parlamentar da Câmara Municipal de Três Rios, também foi ouvido. Vimos na Tribuna: Cinegrafista agredido por apoiador de Roberto Jefferson recebe alta e presta depoimento


Finalizamos o Rolé de hoje com a notícia de que o intérprete da Mocidade Independente de Padre Miguel Ronny Caetano compareceu à Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi), no Centro, na manhã desta terça, em companhia do advogado da escola Felipe Millan.


Os dois foram oficializar o registro de ocorrência contra os ataques racistas sofridos pelo cantor na noite de domingo durante a escolha do samba-enredo que a agremiação vai levar para a Sapucaí no desfile de 2023. O Extra noticiou: Intérprete da Mocidade Ronny Caetano registra boletim de ocorrência contra ataques racistas: 'Precisamos dar um basta'

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.