top of page

É Brasil! Vamos unir e reconstruir a nação... - por Rofa Araújo


Foto: Valter Campanato/Agência Brasil
Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Parece filme de ficção, mas é pura realidade: vivemos de 2019 até 2022, quatro de uma espécie de “realidade paralela”. E olha que mesmo que nem todos concordassem com isso, parece que foi envolvido nessa vibe.

É um festival de fakes espalhados que quem as vê nem sabe mais o que é verdade ou mentira. São tantas coisas bem loucas que possui até uma lógica para explicá-la. Algo inimaginável!

O fato ocorrido no fatídico dia 8 de janeiro com a invasão dos 3 poderes da República: Executivo, Legislativo e Judiciário, por vândalos golpistas que não sabem perder uma eleição, foi o clímax de uma situação iniciada desde 2018 por ideologias absurdas e totalitárias, como o famoso slogan: “Brasil acima de tudo e Deus acima de todos”. Frase essa já utilizada no Nazismo de Hitler e outros ditadores que querem se “igualar a um deus”, para ser “ungido por ele”, como muitos diziam.

O Brasil deve, sim, estar “acima de tudo”, mas não passando por cima das pessoas como fazem quem não respeita eleições realizadas e nem quem destrói patrimônio público, como se isso nada fosse. É uma falta de respeito generalizada!



E “Deus acima de todos” pode estar corretíssimo como uma frase de efeito, se fosse levada ao pé da letra e não quando tentam passar à frente de sua vontade e “escolhe e ungir” um homem como um exemplo de algo que nunca foi, afinal de contas pelos seus atos nunca respeitou nenhuma família, tentou quatro ou mais e, ainda por cima, comete crimes para proteger a sua, não a dos brasileiros. Esse é o resumo do tenebroso tempos que vivemos sob o domínio do pior dos piores dos presidentes do Brasil: Jair Messias Bolsonaro.

E agora, o que fazer com a vitória de Lula? O Brasil pode respirar aliviado de estar livre dessa criatura, mas, infelizmente, suas ideias impregnadas naqueles que ainda concordam com suas loucuras durarão tempos para se dissipar.

Como bom bolsominion, as fake news continuam cada vez mais afiadas até com mentiras deslavadas como o absurdo de dizer que o pobre agora pagará imposto de renda, se a tabela é a mesma desse 2015 e nunca foi alterada nem por Temer nem por Bolsonaro, que aliás prometeu em 2018, isenção até 3 mil e nunca cumpriu.

Vamos enfrentar o que vem pela frente com força já que o Brasil não pode desistir de lutar por si mesmo e pela sua democracia, ameaçada por pessoas querendo manter seus ideais deturpados, apenas para se manter no poder.


“Brasil: união e reconstrução” é o slogan do atual governo Lula. É tudo que o país precisa para sair de quatro anos de uma realidade paralela que transformou numa realidade nada agradável para o povo.

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.


Rofa Araujo é jornalista, escritor (cronista, contista e poeta), mestre em Estudos Literários (UERJ), professor, palestrante, filósofo e teólogo.



POLÍTICA