top of page

A vida como uma onda do mar - por Rofa Araújo


Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

Estava de férias em janeiro deste ano na cidade de Arraial do Cabo, na Região dos Lagos, onde passei quase quinze dias. Na praia, observava a criação de Deus e as ondas que surgiam do nada sem pedir licença. A Praia dos Anjos é até calma, mas às vezes surpreende quem nela está sem a menor preocupação.


A nossa vida, assim como na praia, é atingida por ondas que vêm e vão. Ora empurra, ora puxa. Estamos calmamente no “raso”, sem preocupação, quando de repente uma “onda” nos surpreende e tenta nos derrubar. E isso em forma de problema, pessoas inconvenientes ou mesmo algo que nos tira do sério.



Como diz uma frase de autor desconhecido: “Não sejas forte como uma onda que tudo destrói, mas sim como uma fortaleza que tudo suporta”. Assim, precisamos de “recarregar as baterias”, parando um pouco, para depois voltar e prosseguir na jornada da vida.


Mas de nada adianta pensar em fazer isso, sozinhos. Sem Deus nada conseguiremos. Como diz em Isaías – 40.31: “mas aqueles que esperam no Senhor renovam as suas forças. Voam bem alto como águias; correm e não ficam exaustos, andam e não se cansam.”


Vivamos com a “força divina” ao nosso lado. Ela que nos segura firme e nos mantém em pé. Assim como nas palavras do conhecido hino cristão que diz: “Se as águas do mar da vida quiserem te afogar, segura na mão de Deus e vai...”

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.


Rofa Araujo é jornalista, escritor (cronista, contista e poeta), mestre em Estudos Literários (UERJ), professor, palestrante, filósofo e teólogo.


POLÍTICA