top of page

Cúpula da Universal chega à conclusão que Bolsonaro não tá nem aí pro povo

Relato foi feito pelo jornalista Guilherme Amado em sua coluna no site Metrópoles


Por Rodrigo Melo

O deputado Marcos Pereira e o bispo Edir Macedo durante a posse de Jair Bolsonaro/Reprodução
O deputado Marcos Pereira e o bispo Edir Macedo durante a posse de Jair Bolsonaro/Reprodução

Lideranças da Igreja Universal, bispo Edir Macedo incluído, chegaram à conclusão de que o presidente Jair Bolsonaro é “mais preocupado com os filhos do que o povo” , segundo as palavras de um integrante da cúpula da igreja ouvidas pelo jornalista Guilherme Amado, do site brasiliense Metrópoles.


Na visão da Universal, segundo Amado, Bolsonaro é um líder frágil, que ignora o sofrimento do povo em nome de defender os filhos.



A explosão do desemprego, o crescimento da miséria, a volta da fome com força, a insensibilidade com as mortes causadas pela Covid, tudo isso contrastaria com o empenho do presidente para defender seus quatro filhos que são alvo de investigações – Flávio, Eduardo, Carlos e Jair Renan Bolsonaro”, continuou o jornalista.


A Igreja Universal tem sido uma das denominações mais próximas do presidente, tendo apoiado Bolsonaro nos templos e na programação da TV Record, também de propriedade de Macedo, em rádios e em jornais da entidade em todo o país.

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.


POLÍTICA