top of page

Evangélicos já não acham Lula tão demônio assim

Por Helcio Albano

Foto: David Ribeiro/Agência Câmara.
Foto: David Ribeiro/Agência Câmara.

Leio neste domingo n'O Globo que metade da bancada evangélica de 98 deputados já pulou o muro baixo e caiu no colo de Lula. Zero surpresa. E até o fiel manipulado e instigado a ir pra "guerra santa" nas últimas eleições contra o petista não deve estar surpreso também. Afinal, existe sempre uma justificativa esdrúxula do pastor que o pobre coitado aceita de boa sem maiores indagações ou divagações.



Ovelhas são ovelhas que adoram viver no autoengano, desde que se sintam seguras. Então, parceiro, esqueça esse negócio de racionalidade quando se discute com um crente que crê; pronto e acabou. Deixa esse negócio de racionalidade pros pastores deputados no balcão de negócios entre Câmara e governo. Glória, Igreja!


E como eu sempre digo que São Gonçalo é uma escola e Aparecida Panisset é uma visionária, o governo federal estuda criar uma subsecretaria "voltada para os evangélicos, com a atribuição de abrir diálogo com as igrejas". As negociações ocorrem desde janeiro, anota o jornal carioca.



Num ato que já caiu no anedotário político gonçalense, um cidadão oficiou a tal secretaria para assuntos religiosos criada por Panisset para iniciar o processo de santificação de São Gonçalo que, como se sabe, não é Santo, mas Beato. E mais, o cidadão devoto "copiou" o Papa, na época o Bento, dando ciência do processo ao Vaticano. Que coisa. Imagina se a moda pega?


O pastor-deputado mais assanhado com Lula é o já ex-bolsonarista Otoni de Paula (MDB) que dispensa biografia e demais comentários.


Siga @helcioalbano

 

***

Baixe de graça o livro Reflexões de proa do jornalista Helcio Albano.

HA_REFLEXÕES_ebook
.pdf
Fazer download de PDF • 1.35MB

Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI.

Entre no nosso grupo do Telegram AQUI.

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.

Helcio Albano é jornalista e editor-chefe do Jornal Daki.





POLÍTICA

KOTIDIANO