top of page

Homem pede golpe e lambe cano da escopeta em apoio a Bolsonaro: Freud explica

Ele faz questão de mencionar o nome do chefe do Executivo diversas vezes durante a gravação do vídeo

Bolsonarista lambendo cano de arma – Foto: Reprodução/twitter
Bolsonarista lambendo cano de arma – Foto: Reprodução/twitter

DCM - Um vídeo de um simpatizante de Jair Bolsonaro (PL) viralizou nas redes sociais. O idoso bolsonarista aparece caminhando pelas ruas de São Paulo após lamber uma escopeta dentro de um carro. Em plena luz do dia, com uma outra arma na cintura, ele pede um golpe do atual presidente.


Ele faz questão de mencionar o nome do chefe do Executivo diversas vezes durante a gravação. No vídeo, o homem passa por uma viatura da Polícia que estava estacionada, mas não é incomodado por ninguém.



“Bolsonaro, tamo junto aí na luta, hein, Bolsonaro. E eu vou te mandar um recado. Um recado não, é uma ordem que eu tô te dando. Na hora que você colocar a faixa de vencedor das eleições, você vai dar um golpe no Congresso e no Supremo, e o golpe vai ser esse: vocês vão ter que seguir a Constituição”, diz o bolsonarista. “Nada mais, nada menos… Esse é o golpe! Seguir a Constituição… Porque não dá pra viver assim… Essa é a ordem.”


Recentemente, a Polícia Civil abriu investigação para apurar o disparo de mensagens golpistas por meio do serviço de SMS do governo do Paraná. O texto das mensagens defende invasão do Congresso Nacional e do Supremo Tribunal Federal, caso o presidente Jair Bolsonaro perca as eleições no dia 2 de outubro.


“Vai dar Bolsonaro no primeiro turno! Se não, vamos à rua para protestar! Vamos invadir o Congresso e o STF! Presidente Bolsonaro conta com todos nós!!”, afirma a mensagem encaminhada a moradores do Paraná.



O número de envio é o mesmo utilizado pelo serviço de inteligência artificial do governo do Paraná para manter os moradores informados sobre serviços públicos, como pontuação da carteira de motorista, dados do Detran e também acesso a faturas de água e energia elétrica.


O presidente também já atacou diretamente o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Congresso. Sua campanha foi procurada para comentar o disparo das mensagens em seu apoio, mas não respondeu.

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.