top of page

Inspetor da Polícia, ex-vereador, foi assassinado em área de milícia

O crime aconteceu na tarde desse domingo (12), e deixou outras três pessoas mortas

Wellington deixa esposa, filhos e netos/Foto: Reprodução
Wellington deixa esposa, filhos e netos/Foto: Reprodução

De A Tribuna - A execução do ex-vereador e policial civil Wellington Emerick ocorreu em São Joaquim, Itaboraí, um bairro dominado pela milícia. A informação foi levantada pela Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e Maricá (DHNSG), responsável pela investigação do caso. O crime aconteceu na tarde desse domingo (12), e deixou outras duas pessoas mortas no local.


A polícia já levantou informações preliminares sobre a autoria e motivação do crime, mas as hipóteses ainda precisam ser confirmadas pela investigação. A principal linha de apuração é a de execução. Também será investigado se Emerick era o principal alvo da ação criminosa.



O ex-vereador e atualmente inspetor da Polícia Civil, Wellington Emerick foi baleado junto com mais seis pessoas no Campo do São Jorge, no bairro São Joaquim, em Itaboraí. O Hospital Estadual Alberto Torres, no Colubandê, em São Gonçalo confirmou a entrada do ex-vereador e disse que ele passou por cirurgia, mas acabou não resistindo.


Segundo testemunhas um veículo passou atirando em direção as pessoas que estavam em um bar no local. Wellington foi baleado no abdômen e na região dorsal. De acordo com o delegado titular da 64ª DP (onde o ex-vereador trabalhava), em São João de Meriti, Evaristo Pontes, o estado de saúde do Wellington era grave.


Até o momento são quatro mortos confirmados. Duas vítimas morreram no local. Das três que deram entrada no Hospital Municipal Desembargador Leal Júnior, em Itaboraí, duas não resistiram e morreram. Uma vítima permanece internada, mas seu estado de saúde não foi divulgado.



WhatsApp Image 2022-06-03 at 11.51.13.jpeg

POLÍTICA

KOTIDIANO

CULTURA

telegram cor.png

TENDÊNCIAS
& DEBATES