top of page

Lula vai rever na Justiça contrato 'absurdo' da Eletrobras

Presidente está contrariado com as limitações do governo na empresa

Foto: Agência Brasil
Foto: Agência Brasil

O presidente Lula (PT) disse em café da manhã oferecido a jornalistas e influencers nesta terça (7) que a Advocacia-Geral da União deve entrar com uma ação na Justiça para rever o contrato da Eletrobras.



"Eu não tenho como entrar em detalhes sobre isso agora, não entrei na campanha se a gente vai ou não rever a privatização da Eletrobras, mas eu quero dizer que o advogado-geral da União [Jorge Messias] vai entrar na Justiça para rever o contrato feito pelo governo Bolsonaro da Eletrobras”, disse.


Lula abordou detalhes do contrato que geram contrariedade. Segundo o presidente, só tem uma pessoa [do governo] na direção da Eletrobras e o governo tem 40% das ações.



Outro ponto destacado do contrato que envolve a Eletrobras é que, caso o governo queira comprar ações para se tornar majoritário, o preço é três vezes maior que um agente do mercado pagaria. Na opinião do presidente Lula trata-se de um "contrato absurdo".


Com Revista Fórum.


Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI.

Entre no nosso grupo do Telegram AQUI.

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.



POLÍTICA