top of page

Marlene Salgado, matriarca da família Salgado de Oliveira, morre aos 86 anos

Corpo foi enterrado no cemitério Parque da Colina, em Pendotiba

Prof. Helter, Marlene e Joquim/Foto: reprodução
Prof. Helter, Marlene e Joquim/Foto: reprodução

A professora de formação e empresária da educação, Marlene Salgado de Oliveira, fundadora e reitora da Universidade Salgado de Oliveira (Universo) e proprietária do jornal O São Gonçalo, morreu nesta sexta (20) aos 86 anos de causas naturais, segundo a família.


Marlene Salgado montou um império da educação superior privada a partir do colégio Dom Helder Câmara, fundado em 1959 no bairro da Trindade, em São Gonçalo, onde em 1993 seria criada Universo, que ao longo dos anos se espalhou para vários cidades do Brasil, como Campos dos Goytacazes, Niterói, Goiânia, Belo Horizonte, Juiz de Fora, Salvador e Recife, além da Universidade do Triângulo Mineiro (Unitri), em Uberlândia.


As prefeituras de São Gonçalo e de Niterói soltaram nota lamentando a morte da empresária e decretaram luto oficial por três dias nas respectivas cidades.



Empresários e personagens da política, dos esportes, da educação e da cultura se manifestaram em pesar ao longo da sexta e do sábado (21), dia do sepultamento do corpo no Cemitério Parque da Colina, em Pendotiba, Niterói.


"Conheço Dona Marlene desde minha vida toda, pois meus pais eram amigos dela e de Seu Joaquim. Ela sempre foi uma pessoa especial, uma conselheira na minha vida, foi uma pessoa que deixou um legado, que fez a diferença com uma personalidade muito forte e marcante. Ela sempre teve um espírito empreendedor e desbravador. Era uma pessoa muito querida. Junto com o seu Joaquim formava um casal desbravador, que fez a diferença no Brasil todo, e em especial em São Gonçalo. Precisamos valorizar exemplos como eles”, afirmou empresário Domenico Lorusso, da dono da Viação Mauá e do Pátio Alcântara.


"Seu Joaquim" Salgado de Oliveira, que foi secretário de Esportes de São Gonçalo durante mais de vinte anos, morreu em outubro de 2021 aos 90 anos.


Marlene Salgado de Oliveira deixa três filhos e netos.

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.







POLÍTICA