top of page

Niterói lança Plano de Cidade Inteligente, Humana e Sustentável

Evento no Caminho Niemeyer também apresentou Estratégia de Governo Digital do município


Foto: Alex Ramos/Divulgação
Foto: Alex Ramos/Divulgação

A Prefeitura de Niterói informou sobre o lançamento nesta quarta (1º), no Caminho Niemeyer, do Plano Municipal de Cidade Inteligente, Humana e Sustentável e apresentou a Estratégia de Governo Digital (EGD) para gestores da Prefeitura e de municípios parceiros. Niterói é uma das primeiras cidades do Brasil a lançar ambos os planos, iniciativas inovadoras que vão orientar o planejamento e o uso da tecnologia na cidade nos próximos 10 anos. O evento foi uma parceria entre a Secretaria de Planejamento, Orçamento e Modernização da Gestão (SEPLAG) e a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (SMCTI).


A Estratégia de Governo Digital de Niterói, cuja elaboração foi coordenada pela SEPLAG, tem a visão de tornar a cidade mais conectada, integrada e eficiente, além de oferecer políticas inclusivas e serviços de qualidade, acessíveis e centrados nas pessoas. A EGD elencou 5 princípios, 10 objetivos e 43 resultados-chave que devem ser entregues à população pelos órgãos da Prefeitura até 2033. Entre eles, a implantação de salas de situação para monitoramento da saúde; a criação de um repositório centralizado para armazenamento e cruzamento de dados do tipo “Data Lake”; a adoção de tecnologias assistivas nos canais da população; iniciativas de letramento digital focadas em grupos em situação de vulnerabilidade; além da centralização de contratações de tecnologia que devem economizar mais de 5 milhões aos cofres públicos.



Já o Plano Municipal de Cidade Inteligente, Humana e Sustentável, iniciativa coordenada pela SMCTI, tem como objetivo ser um instrumento de diretrizes estratégicas gerais, princípios e visões que ajudarão a estabelecer futuras ações de transformação do município. É um dos primeiros planos de cidade inteligente feitos integralmente por servidores da própria administração pública. Um documento de planejamento, realizado a muitas mãos, que traz conceitos e noções de boas práticas, que almeja tornar mais eficiente a prestação de serviços, sempre com um olhar de sustentabilidade, inovação e empreendedorismo. O plano também prioriza o uso ético da tecnologia, além do impulsionamento de uma participação ativa da população. Junto com a EGD, deverá funcionar como instrumento direcionador das futuras políticas públicas, projetos e iniciativas de gestão, instigando cada vez mais a discussão de temas atuais e importantes como o uso da tecnologia e a inclusão digital.


A secretária de Ciência, Tecnologia e Inovação, Valéria Braga, ressaltou que o lançamento conjunto da Estratégia de Governo Digital e do Plano Municipal de Cidade Inteligente, Humana e Sustentável confirma Niterói como uma cidade que está investindo na tecnologia e na inovação.



“A elaboração do Plano foi um processo integrador, com participação de muito atores, internos e externos à Prefeitura e que contou com subsídios de várias ações e estudos efetuados pelo município. Uma cidade inteligente não pressupõe apenas o uso da tecnologia. Mais do que isso, essa cidade tem que produzir bem-estar e qualidade de vida aos seus cidadãos. Dessa forma, prevê que as ações sejam sustentáveis para garantir recursos para as gerações futuras; que seja garantido o direito digital do cidadão com acessibilidade, segurança de dados, inclusão digital e participação social; e que gere oportunidades de trabalho, renda e desenvolvimento econômico”, enfatizou Valéria Braga.


A secretária de Planejamento, Orçamento e Modernização da Gestão, Ellen Benedetti, destacou que a Prefeitura de Niterói é reconhecida como referência nos avanços da transformação digital do município. O objetivo é sempre melhorar a qualidade de vida dos moradores e oferecer serviços mais eficientes e acessíveis para a população.


“A EGD e o Plano de Cidade Inteligente estão conectados pelo propósito de tornar a administração pública mais eficiente, ágil e inclusiva, por meio da transformação digital e da tecnologia. São planos elaborados de maneira colaborativa entre os servidores de diferentes órgãos da Prefeitura e parceiros externos, feitos sob medida para a realidade de Niterói. Esses planos incluem iniciativas fundamentais como o Portal de Serviços, o DataNit, o Laboratório de Inovação e a Escola de Governo e Gestão, entre outros”, explicou Ellen Benedetti.


Também participaram do evento André Guedes, representante do Conselho de Ciência e Tecnologia, e Gregório Jório, presidente do Conselho de Transparência de Niterói, além de professores da UFF, UFRJ, UNIRIO e parceiros como o Instituto de Tecnologia e Sociedade (ITS), O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e O Centro de Tecnologia de Informação e Comunicação do Estado do Rio de Janeiro (Proderj), além de secretários de prefeituras do Leste Fluminense.


O Plano Municipal de Cidade Inteligente, Humana e Sustentável está disponível na seção de Planejamento Temático do Portal do Planejamento (portalplanejamento.niteroi.rj.gov.br/). Já a Estratégia de Governo Digital está disponível no site da EGD, lançado no evento (governodigital.niteroi.rj.gov.br), onde também está disponível a inscrição para os interessados em participar do Fórum de Transformação Digital.

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.