top of page

O triunfo de César sobre a Casa de Jeová - por Helcio Albano


O Paraíso/Ilustração JW.ORG
O Paraíso/Ilustração JW.ORG

Cresci dentro das Testemunhas de Jeová. Pouca gente sabe disso. Embora seja uma das experiências fundadoras de minha história de vida, creio não ser relevante tal informação constar em meu linkedin. Dito isto, quero dizer pra você o seguinte: fui alfabetizado lendo "Meu livro de histórias bíblicas". Obra que você deve conhecer, de capa dura amarela, com aquelas ilustrações de mansas feras ao lado de famílias multicoloridas herdeiras da Terra após o Juízo Final e que viraram memes de internet.


Éramos instruídos pelos anciãos a ler as "Escrituras Sagradas" - como é chamada a Bíblia por eles - como estudantes e depois estimulados a fazer no "púlpito" do Salão do Reino a exposição do que aprendemos/absorvemos da leitura. Era um barato.


Não havia gritos e nem hits melosos da rádio Melodia tocando. O desafio de trocar com os irmãos os ensinamentos de Deus fez com que eu lesse de trás pra frente, de frente pra trás, os evangelhos reunidos em definitivo pelo Concílio de Niceia em 325 dC.



Todas aquelas histórias fantásticas, como a da serpente falante, Moisés errante por 40 anos no deserto e da esposa de Ló (sal)dosa da vida pecaminosa em Sodoma, sempre tiveram pra mim um caráter ético e moral que carrego até hoje. Tornei-me um ser cioso de minha transcendência divina e humana.


Vejo nas eleições deste ano o triunfo de César sobre a Casa de Jeová e a história se repetindo com os fariseus da Galileia, hoje preletores do ministério de Rio das Pedras que tem como dogma ódio, mentiras e picaretagem. Que dureza!


O mal será derrotado.


Siga @helcioalbano

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.

Helcio Albano é jornalista e editor-chefe do Jornal Daki.


POLÍTICA