top of page

Polícia tenta identificar misterioso atirador de Copacabana

O atirador utiliza armas de airsoft, ou seja, armamento de pressão com balas de plástico, para disparar contra vizinhos que aparecem na janela de casa


Vítima mostra balas de airsoft disparadas na Rua Aires Saldanha, em Copacabana. Foto: Reprodução/TV Globo
Vítima mostra balas de airsoft disparadas na Rua Aires Saldanha, em Copacabana. Foto: Reprodução/TV Globo



A Polícia Civil do Rio de Janeiro tenta descobrir a identidade de um misterioso e criminoso atirador em Copacabana. Já faz alguns dias que moradores têm relatado sua ação na vizinhança. O atirador utiliza armas de airsoft, ou seja, armamento de pressão com balas de plástico, para disparar contra vizinhos que aparecem na janela de casa na Rua Aires Saldanha.


De acordo com a coluna de Ancelmo Gois, no jornal O Globo, no último final de semana dois vizinhos acabaram feridos. Um deles, um homem, relatou que escutou, por volta das 3h da manhã de domingo (7) um forte barulho. Foi ver o que era e, ao abrir a janela, um tiro acertou sua testa, muito próximo do olho.


Eu recebi aqui na minha testa o impacto de alguma coisa, que eu não sabia o que era. Por sorte, a bala caiu dentro de casa e eu vi que era alguém que atirou com a espingarda de ar comprimido na minha cabeça, na minha testa. Por centímetros não pegou meu olho. Poderia ter me cegado. A gente tem medo de ficar aqui na sala porque a qualquer momento não se sabe se a pessoa está lá e pode de novo repetir esse mesmo ato”, relatou a vítima.



O medo é compartilhado entre os vizinhos. Uma senhora de 89 anos falou à imprensa que precisou se esconder quando ouviu barulhos na janela. Já o homem, logo do disparo, chamou o Samu e recebeu atendimento médico. Ninguém sabe a motivação para os disparos.


O homem registrou uma ocorrência na 13ª Delegacia de Polícia, em Copacabana, e agora a polícia analisa seu depoimento, as imagens de câmeras da região e busca por testemunhas. O principal objetivo é identificar o atirador.


Airsoft


Armas de airsoft são réplicas idênticas de armas de fogo reais, mas apresentam a ponta do cano na cor laranja para diferenciá-las. São usadas para o treinamento das forças de segurança e também em competições de tiro. Apesar de não serem consideradas letais, podem fazer verdadeiros estragos a um organismo humano. Se atingirem os olhos de uma pessoa, podem cegá-la. Além disso, um simples disparo, mesmo não sendo letal, pode causar lesões graves em partes do corpo consideradas mais moles.


*Com informações Revista Fórum


Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI

Entre no nosso grupo do Telegram AQUI 

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.






POLÍTICA