top of page

Reflexões sobre o 7 de Setembro - por Dimas Gadelha


Hoje, 7 de setembro de 2021, comemoramos 199 anos da independência do Brasil apreensivos. Novamente - e isso verdadeiramente já se tornou cansativo - o presidente da república atenta contra as leis do país e a democracia. Os atos concentrados em Brasília e em São Paulo organizados pelos seus apoiadores, a partir de convocação direta do chefe do executivo, maculam de forma evidente o direito sagrado à livre manifestação.



Pregar morte de adversários políticos e defender fechamento do Congresso e do STF , o que constitui golpe de estado, está muito, mas muito longe de ser apenas o exercício da livre expressão. Por óbvio são crimes, e como tais, devem ser punidos com o rigor da lei sem tergiversação ou demais delongas.


O país há muito sofre com traumas políticos profundos que têm dois impeachments pelo caminho, mas não é possível que não tenhamos aprendido nada com isso. E a primeira lição que já deveríamos saber de cor é que crises políticas se resolvem com o aprofundamento da democracia, e não com o seu fim, com uma nova ditadura defendida pelo presidente que infelizmente tanto seduz uma parcela da população; felizmente, porém, uma parcela cada vez mais minoritária.



Como já escrevi em outras oportunidades nessa coluna, o Fora Bolsonaro já é um consenso social que se transforma cada vez mais num consenso político para que o Brasil consiga voltar aos trilhos, se reencontrar consigo mesmo e com a prosperidade para todos os brasileiros.


Geber Presente!


Hoje nosso dia amanheceu mais triste. Perdemos o nosso companheiro e amigo Geber Haikal.

Geber tinha uma personalidade única. Fiel, honrado, ético, justo, batalhador e amigo.

Geber sempre foi um guerreiro na batalha em busca de construir uma cidade melhor. Tive a honra de caminhar ao seu lado neste último pleito, no qual ele veio candidato a vereador pelo PT.


Descanse em paz meu amigo. Que Deus possa confortar o coração de toda família e amigos, que ele te conceda o descanso eterno , e que esteja sempre no controle de nossas vidas.


Dimas Gadelha é médico sanitarista, secretário de Gestão e Metas de Maricá e ex-secretário de Saúde de São Gonçalo.




POLÍTICA