top of page

Olavo admite derrota de Bolsonaro em 2022

O guru bolsonarista voltou a criticar a atuação do presidente no governo durante live com ex-ministros


Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Revista Fórum - O astrólogo Olavo de Carvalho, guru do bolsonarismo, criticou o presidente Jair Bolsonaro nesta segunda-feira (20) durante participação em uma live chamada ConservaTalk e admitiu que a “a briga já está perdida”, em referência às eleições de 2022. Pesquisas apontam que o ex-presidente Lula (PT) venceria a disputa contra Bolsonaro no primeiro turno.


“Não venham com esperanças tolas. A briga já está perdida. Existe chance de voltar [a vencer]? Existe uma chance remota, se o Bolsonaro acordar. Eu não sei como fazer o Bolsonaro acordar”, disse Olavo.




Olavo ainda voltou a negar que seja “guru” de Bolsonaro e disse que foi usado pelo presidente. “Eu conversei com ele quatro vezes na minha vida e eu duvido que ele tenha lido um livro meu inteiro. Se ele tivesse lido, muita coisa que ele fez não teria feito”, declarou.


“A minha influência sobre Bolsonaro é zero, ele me usou como poster boy para se promover e se eleger”, completou. Olavo voltou a reclamar da retirada de pessoas próximas a ele de postos chave no governo. O guru afirmou que indicou dois ministros para o governo após ter recusado integrar o gabinete do presidente.




Participaram da transmissão três ex-ministros do governo Bolsonaro: Abraham Weintraub (Educação), Ernesto Araújo (Relações Exteriores) e Ricardo Salles (Meio Ambiente). O deputado federal Luiz Philippe de Orléans e Bragança (PSL-SP) também esteve no podcast.


Olavo também voltou a atacar o Supremo Tribunal Federal (STF). “O STF trabalha 100% para os comunistas, é a coisa mais óbvia do mundo, porra”, afirmou.



POLÍTICA