Buscar

S.O.S Brasil, por Rafael Abreu


O nazista Roberto Alvim e o seu chefe, até o embaixador de Israel ordenar a demissão do então secretário de Cultura/Divulgação

O gigante agoniza após 6 anos do golpe.


A Água está contaminada, a carne a preço de ouro, desemprego recorde, dólar batendo a casa dos 5 reais, combustível mais caro da nossa história, ministro da Cultura com discurso Nazista, ministro do Meio Ambiente que odeia o Meio Ambiente, Ministro da Educação que não sabe escrever o Português de forma correta, Militares nos ministérios e agora também no INSS, Privatizações das nossas principais riquezas e Estatais estratégicas para a nossa soberania.


O filho do presidente e a esposa do presidente metidos em um grande esquema de corrupção, com rachadinha e lavagem de dinheiro público em uma loja de chocolates.

O miliciano que assassinou Marielle, era vizinho e amigo do presidente e possuía mais de 100 fuzis de uso exclusivo dos fuzileiros navais norte americanos, dentro da sua própria casa, em um condomínio na Barra, o mesmo que o Presidente e os filhos moram.


E as coincidências e escândalos não param por aí...


Eu poderia fazer um textão enumerando os graves crimes e erros cometidos por esse desgoverno de Jair Bolsonaro, mas isso parece que não influencia em nada o eleitorado dele.


Eles continuam passando pano e alguns são tão canalhas, que se escondem atrás de um discurso falacioso e fantasioso afim de criar a polarização entre as pessoas.


Eles sabem que o povo brasileiro ama futebol e adora uma rivalidade, por isso ele mantém esse discurso separatista que representa uma porcentagem de aproximadamente 20% de brasileiros fiés a ele. Isso mesmo, apenas 20% do povo brasileiro, aprova essa balburdia toda.


Ou são Fascistas e Neonazistas declarados que se identificaram com o discurso de Bolsonaro e os escolheram como o seu representante, ou são alienados e despolitizados servindo como massa de manobra e continuam acreditando que política é igual a futebol. Onde cada um escolhe um lado para torcer e torce para o outro lado perder.


Política é coisa séria e impacta diretamente em nossas vidas, pois estamos nesse mesmo barco chamado Brasil.


Que tá furado e vem afundando dia após dia, sob o comando da familícia.


Contudo, segundo os especialistas em politica do Facebook, a culpa de tudo estar dando errado é da oposição, que torce contra.


Francamente... não se trata de torcida.


Se trata de competência.



Quem poderia imaginar que um parlamentar que nada produziu em 30 anos de vida pública, além de discurso de ódio, fosse ser tão incapaz e idiota assim não é verdade?


Se você nunca acompanhou a vida política do seu país e caiu nessa onda de mito e escolheu Bolsonaro por que queria algo novo, sinto lhe informar mas você se arrasou feio.

Se Bolsonaro é o novo, então esse novo já nasceu velho.


Bolsonaro não representa o novo, Bolsonaro representa a velha política com as velhas práticas, além de representar as viúvas da ditadura militar.


A galera está sendo conduzida para o abatedouro, mas continua achando que estão indo para uma excursão na Disney.


O discurso de Alvim foi um teste de guerra, um balão de ensaio para ver como a nossa sociedade reagiria a um legítimo discurso Nazista.


Tá na hora do povo brasileiro acordar desse sono profundo e parar de criar políticos de estimação, antes que seja tarde demais.


Eu sou Rafael Abreu, colunista Daki.

Rafael Abreu faz análises de conjuntura politica nacional às quartas no Jornal Daki.


MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon