top of page

Menino de 6 anos desaparece na praia da Barra, no Rio

Antes de sumir, criança brincava na areia na altura do Posto 4


Foto: Reprodução/TV Globo
Foto: Reprodução/TV Globo

A Polícia Civil investiga o desaparecimento de um menino de 6 anos na praia da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. Segundo a família, Édson Davi Silva Almeida acompanhava o pai, que trabalha como barraqueiro, e estava brincando na areia quando sumiu. O caso aconteceu nesta quinta (4).


Agentes do Corpo de Bombeiros fizeram buscas na areia na madrugada desta sexta (5). Elas continuarão ao longo do dia na areia e também no mar.


De acordo com parentes, a criança desapareceu por volta das 16h quando acompanhava o pai no trabalho. A família de Davi mora na Gardênia Azul e trabalha em uma barraca que fica nas imediações do Posto 4.



O pai do menino, Édson dos Santos Almeida, afirma que às 15h30 o filho fez um lanche. Depois ficou brincando do lado de fora da barraca com duas crianças, que segundo a família, estavam acompanhadas de um homem.


O barraqueiro destacou que sentiu falta do filho antes das 17h, enquanto fechava a conta de alguns clientes.


"Ele é um menino obediente. Qualquer coisa que eu falava, ele obedecia e não ia [com outras pessoas]. Atrás da barraca tem uma lona que não dava para ver ele. Ele estava brincando e dali sumiu. Fui sentir falta umas 16h30", contou.



A família já procurou Edson na região, mas ele ainda não foi encontrado. Após o desaparecimento, os familiares procuraram a 16ª DP (Barra da Tijuca) para registrar o sumiço. O caso foi encaminhado para a Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA).


"Ele foi sem os chinelinhos que estão lá na minha barraca. Ele é um menino doce e todos o conhecem, é agarrado a mim. Acredito que nessa hora ele esteja chamando por mim", destaca Marize Araújo, mãe do menino.


Os agentes da Polícia Civil buscam imagens de câmeras de segurança para esclarecer o fato.


Segundo o Corpo de Bombeiros, as buscas são feitas por militares do Grupamento Marítimo (GMAR) e do Grupamento de Busca e Salvamento (GBS) da Barra da Tijuca, com o auxílio de um drone.


*Com informações G1


Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI

Entre no nosso grupo do Telegram AQUI

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.


POLÍTICA