Buscar

Domingo voto por Roberto Sereno, por Helcio Albano


Imagem reprodução

No domingo (29/11) temos encontro marcado com as urnas. Urnas que decidirão o destino da cidade pelos próximos quatro anos. Pra quem vive em meio a uma pandemia com vírus mortal à espreita, quatro anos é quase uma eternidade. Daí a necessidade pujante e urgente da gente escolher bem e certo.


Temos duas candidaturas em São Gonçalo em si antagônicas: uma que defende um mundo que já morreu pré-pandemia, e outra que apresenta ao nosso alcance um mundo novo, necessário, de cuidado com presente e futuro.


A cidade possui perfil socioeconômico problemático, por isso precisa do poder público presente, proficiente, inspirador. Que imprima um caráter imaginativo e desafiador ao seu povo nas resoluções de nossos problemas. E pra isso basta ter boa vontade, conhecimento de causa e ser minimamente criativo.


Sairei de casa rumo ao MV1, minha seção eleitoral, animado e esperançoso para votar pelo Roberto, meu vizinho. Me inspiro em Roberto para votar, porém o povo nele está bem representado.


Roberto, a quem também chamo Sereno, tem pouco mais de 40 anos. É analfabeto. Garante a sua renda diária com coleta de resíduos sólidos, onde vende num ferro velho da Rua Manoel Duarte. Recentemente teve um entrevero de saúde, hérnia inguinal. Operou pelo SUS e, sem alternativa, voltou ao batente, sempre com máscara, porque é responsável.


Votarei numa proposta que dê dignidade a Roberto e que contemple suas necessidades, porque necessidades da grande maioria dos gonçalenses.


Isso pra mim é o que há De Mais importante!

Helcio Albano é jornalista e editor-chefe do Jornal Daki.




MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon