Buscar

São Gonçalo e seus ícones: Oton José São Paio de Meneses

10

São Gonçalo e seus ícones

OTON JOSÉ SÃO PAIO DE MENESES


Por Erick Bernardes



Advogado, professor, pedagogo, escritor, teatrólogo, poeta, psicólogo e ainda exerceu atividades políticas como vereador e deputado estadual (RJ)


Oton São Paio é figura marcante no ambiente cultural gonçalense. Poeta renomado, quando se fala de arte em São Gonçalo é imprescindível mencionar seus atributos e esforço no que concerne à cultura do município. Ao educador e apreciador da arte, importa conhecer o legado do seu trabalho em prol da nossa cidade, mas sem antes apontarmos uma breve biografia desse intelectual multifacetado.


Sabe-se que Oton São Paio iniciou os seus estudos no que se chamava de Grupo Escolar Barão de São Gonçalo, já na época das séries ginasiais frequentou o Ginásio Paraíso. No tradicional Liceu Nilo Peçanha cursou o 1ºano no segundo grau, para só, posteriormente, ingressar no 2º ano do Colégio Plínio Leite, encerrando, enfim, seu estudo secundário (3º ano) no Colégio Nilo Peçanha do Largo do Barradas, em Niterói. Já na universidade, Oton se formou em Direito pela UFF (Universidade Federal Fluminense - 1967 a 1971), também concluiu o Curso de Formação de Professores, na Faculdade Plínio Leite, o de Pedagogia da Faculdade Integrada Castelo Branco e o Curso de Psicologia na Faculdade Maria Tereza. Viu aí, caro leitor? Está explicado o motivo dos gonçalenses considerarem-no um homem multifaces. Sim, eclético e competente, erudito, mas também simplicidade em pessoa, de fato um ícone da cidade de São Gonçalo.


Segundo informações do seu site pessoal, Oton São Paio foi o redator de " O Gládio", órgão do Diretório Acadêmico Evaristo da Veiga (DAEV). No mesmo Diretório Acadêmico conquistou menção honrosa no "I Festival Universitário de Poesia" e venceu um concurso de oratória. Sob o tema "Viagem ao Homem", proferiu conferência sobre Comunicação, Relação Humana, Chefia e Liderança, e A máquina e o homem. Essas palestras foram ministradas no Instituto de Educação de São Gonçalo, Colégio Martins Afonso, Colégio Armando Gonçalves, Ginásio Paraíso, Colégio Floriano Peixoto, Colégio São Paulo, Ginásio Orlando Rangel, Curso Zaluar, Curso Gandha, Ginásio Professor Manuel de Abreu, Ginásio Castello Branco (Nova Iguaçu) e outros (https://otonsaopaio072015.wixsite.com/otonsaopaio).


Como administrador cultural contribuiu como: Membro da diretoria do G.A. Show (Grupo de Assistência Social), fundador do Grupo Ciranda, (Grupo de poetas em prol da valorização da poesia), Diretor do Curso Zaluar (inglês), Presidente da Associação Cultural de São Gonçalo e Presidente e também fundador da AGLAC (Academia Gonçalense de Letras, Artes e Ciências). Sem falar do fato de Oton São Paio também ser hoje membro efetivo da Academia Itaboraiense de Letras e de ter exercido a função de assessor do diretor executivo da FAPERJ (Fundação de Apoio e Pesquisa do Estado do Rio Janeiro).


Como se não bastasse, Oton São Paio ocupou inúmeros outros cargos, quer saber? Vamos lá: duas vezes Diretor do Colégio Municipal Presidente Castello Branco, já assumiu cargo de Secretário Municipal de Educação de São Gonçalo. Também trabalhou como Diretor do Instituto Oxford (inglês) e Diretor do Colégio Saldanha da Gama (CENEC - Campanha Nacional das Escolas da Comunicação), em São Gonçalo. Consta ainda em seu currículo o trabalho de Professor do Colégio Orlando Rangel (CNEC, em São Gonçalo), a função de Diretor-proprietário do Colégio Moderna e de Professor do Ginásio Professor Manoel de Abreu (CNEC em Niterói). Assim, para finalizar, resta-nos lembrar que o professor Oton se tornou vereador de São Gonçalo por duas legislaturas e também Deputado Estadual. Atualmente nosso ícone dirige os Colégios Odete São Paio e Jean Piaget, onde também já lecionou com competência e amor à profissão.


No quesito literário, possui várias obras publicadas: "Mãos verdes", "Poesia na calçada", "Rosa das horas", "Amanhecer das palavras", "A volta inesperada", "O sim do não" e, mais recentemente, a obra "Painel do olhar". Além das várias poesias publicadas nos jornais "O fluminense", "A tribuna", e em revistas literárias. Já escreveu peças teatrais, tais como: "O aniversário do capeta" (comédia), "Quase perdi o meu amor" (drama), "A volta inesperada" (comédia), que lhe deu o título do melhor escritor jovem do Estado do Rio de Janeiro - Prêmio Geremias Mattos Fontes, oferecido pela Tribuna, no 1° Festival de Teatro Jovem RJ.


Autores consagrados da cultura nacional e mundial não pouparam elogios ao estilo do nosso escritor. Isso mesmo, meus caros, pasmem, eis algumas palavras de gente famosa para que você fique de queixo caído:


“(...) O poeta Oton São Paio sabe das estrelas, das rosas do mar e sabe do futuro” (Jorge Amado, 1974).


Oton São Paio, revela-se um poeta para o povo que não sabe outra maneira de sentir o canto” (Manuel Bandeira, 1968).


Não entendo de poesia, entendo de comunicação popular. Oton São Paio faz as duas coisas bem. Sua poesia simples, objetiva, sem apelos, prende, interessa” (Janete Clair, 1973)


(Fontes: contracapas, prefácios e orelhas dos livros do autor e que se encontram reunidas no livro “Painel do olhar” (2014)


Talvez o leitor não recorde de outro dado relevante, pois nosso personagem de hoje exerceu a função de âncora, no tempo em que apresentou o programa televisivo "Movimento". Exatamente, víamos o professor Oton na telinha, quando as gravações iam ao ar às sextas-feiras, na TV Bandeirantes, nos idos de 1989 e 1990. Contudo, confesso, duas coisas me fazem lembrar desse nobre poeta: os vários festivais de poesia em SG dentre os quais organizou e, sobretudo, aquela conversa ao pé do ouvido, que marcou a minha memória. Pois é, lembro sim, nos esbarramos há tempos no centro da cidade. E, entre palavras corriqueiras, sinto ainda ressoar a frase grave em tom e sentido: “— Viva intensamente, meu jovem! A vida é um breve e profundo suspirar.”


Referências:

SÃO PAIO, Oton. Painel do olhar: antologia poética. São Gonçalo: Zaghaz, 2014.

https://otonsaopaio072015.wixsite.com/otonsaopaio

http://tvwin.com.br/tag/oton-sao-paio/

Erick Bernardes é escritor e professor mestre em Estudos Literários.





MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon