top of page

Rolé: Fotógrafo registra cotidiano das favelas durante a Copa do Mundo

E mais: Shakira elogia vídeo de jovens da Maré com a versão de Waka Waka, RJ teve quase 5% a mais de mortes em 2022 do que antes da pandemia, CCR fica por mais um ano à frente da operação das Barcas


Torcedores no Jacarezinho em meio ao caveirão — Foto: Olhar Complexo/Bruno Itan
Torcedores no Jacarezinho em meio ao caveirão — Foto: Olhar Complexo/Bruno Itan

Começamos o Rolé desta terça (6) com a notícia sobre um fotógrafo morador do Jacarezinho, na Zona Norte do Rio, que registra o cotidiano das favelas durante a Copa do Mundo.


Está quase tudo lá: a festa, a rua e as pessoas. Mas o cenário, a favela, agrega peculiaridades no modo de torcer pela Seleção Brasileira durante a Copa do Mundo. E foi de olho nessas características que o fotógrafo Bruno Itan passou a fotografar a Copa nas Favelas, já há três mundiais. G1 noticiou: Fotógrafo registra cotidiano das favelas durante a Copa do Mundo: ‘Do amor pela Seleção à tensão pelo caveirão’


E o sucesso Waka Waka, da cantora Shakira, que sacode os torcedores em várias Copas do Mundo, acaba de ganhar uma versão carioca. A nova roupagem do hit, que mistura a batida de funk com o molejo da zumba, foi compartilhado pela cantora na manhã desta terça, "This is sooo good. Adorei muito legal", comentou a colombiana no post compartilhado pelo Twitter.


O influenciador Raphael Vicente, de 22 anos, fenômeno das redes sociais com mais 3 milhões de seguidores, usou a criatividade para criar uma coreografia da música, utilizando como cenário a Rua Brasília, na comunidade do Parque União, Complexo da Maré, onde mora. Tá no Extra: Shakira elogia vídeo de jovens da Maré com a versão de Waka Waka, o grande sucesso da Copa


Apesar do maior controle da pandemia de covid-19 e do avanço na vacinação contra a doença em 2022, o estado do Rio de Janeiro registrou, nos dez primeiros meses do ano, 4,6% a mais de mortes do que em 2019 e um aumento anual médio três vezes maior do que o verificado antes do surgimento da doença.


É o que aponta o levantamento da Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais no Rio de Janeiro (Arpen/RJ), com base nos dados do Portal de Transparência do Registro Civil. Em Agência Brasil: RJ teve quase 5% a mais de mortes em 2022 do que antes da pandemia


Finalizamos o Rolé de hoje com a notícia de que o governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PL), confirmou que a concessionária CCR seguirá por mais um ano à frente da operação das Barcas. A declaração foi dada, na tarde de ontem (5), por meio das redes sociais.


De acordo com o governador, uma reunião foi realizada para selar o acordo. Até então, a continuidade do serviço estava em xeque, após a empresa privada anunciar que não permaneceria após o fim do contrato ao passo que a nova modelagem de licitação, que está sendo preparada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) ainda não está pronta, consequentemente atrasando o certame. Informações A Tribuna: Fim do impasse nas Barcas: CCR fica por mais um ano

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.



POLÍTICA