top of page

Jovem morre acidentalmente enforcado em Niterói na volta do churrasco

Deixa mãe e um irmão

Max chegou a ser socorrido pelos amigos e levado para o Hospital Estadual Azevedo Lima, mas ainda durante o trajeto ele não resistiu e veio a óbito - Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal
Max chegou a ser socorrido pelos amigos e levado para o Hospital Estadual Azevedo Lima, mas ainda durante o trajeto ele não resistiu e veio a óbito - Foto: Divulgação/Arquivo Pessoal

O jovem Max Eduardo de Oliveira, de 26 anos, foi vítima de uma fatalidade na noite da última quarta-feira (3), enquanto voltava, de moto, do churrasco de aniversário do melhor amigo. Max foi enforcado, de maneira acidental, por um fio que estava pendurado em um poste, localizado na Rua Rufino Adam Saens, no bairro Viçoso Jardim, em Niterói.



Os convidados da festa foram surpreendidos com a notícia de que Max teria se acidentado no início da via onde, mais a frente, acontecia o aniversário.

Após ser enforcado, Max foi arremessado ladeira abaixo e, de acordo com testemunhas, só parou a mais de 16 metros de distância. O fio que ficou agarrado em seu pescoço permaneceu esticado no meio da via.



Ainda segundo testemunhas, os próprios amigos de Max conseguiram desamarrar o fio de seu pescoço e o levaram para o Hospital Estadual Azevedo Lima, mas ainda durante o trajeto,  ele não resistiu e veio a óbito. Além da mãe, Max deixa um irmão de 23 anos.


O caso foi registrado na 78ª DP (Fonseca). Procurada, a Polícia Civil ainda não deu maiores informações sobre a investigação. A concessionária Enel Distribuição Rio, também, procurada, ainda não se manifestou sobre o caso.


O sepultamento acontece na tarde desta quinta-feira (4), no Cemitério do Maruí, no Barreto.


De OSG.

Nos siga no BlueSky AQUI.

Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI.

Entre no nosso grupo do Telegram AQUI.


Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.

POLÍTICA