top of page

Bolsonaro pode ser levado para depor na PF assim que pisar no Brasil

Ex-presidente deverá deixar aeroporto pela porta dos fundos

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Em autoexílio nos EUA há pelo três meses, o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) retorna ao Brasil na manhã desta quinta (30) pelo aeroporto de Brasília.


Correligionários, que esperavam fazer uma grande festa de retorno ao país tiveram seus planos frustrados pelos protocolos de segurança impostos pela Polícia Federal (PF), a Secretaria de Segurança do Distrito Federal e outras autoridades que orientaram Bolsonaro e comitiva a utilizar uma saída alternativa do aeroporto, mas conhecido como "porta dos fundos".


E não é só. Há uma grande possibilidade de Bolsonaro ser conduzido diretamente para uma instalação da Polícia Federal para prestar depoimento sobre o caso das "joias das Arábias", que teve um novo capítulo com a descoberta de um terceiro pacote em posse irregular do ex-presidente. A PF já prepara denúncia contra Bolsonaro por peculato.



Mas a coisa pode piorar. Teme-se no entorno da capitão reformado que Bolsonaro pode até ter mandado de prisão expedido pela Justiça em um dos mais de 17 processos que responde, tanto STF como em instâncias superiores.


Em conversas com aliados, conforme revelado pela jornalista Bela Megale, em O Globo, Bolsonaro mostrou sua irritação e se queixou de ter que “sair pelos fundos”. Nos bastidores, o ex-presidente diz que a imposição foi ideia do governo petista. O nome mais criticado é o do ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, já que a PF está no guarda-chuva de sua pasta.


Com informações de DCM e o O Globo.


Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI.

Entre no nosso grupo do Telegram AQUI.

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.



POLÍTICA