top of page

Os recados de Lula para as eleições em 2024

Por Helcio Albano

‘Esse partido precisa voltar um pouco a ser o que era no começo, pra gente reconquistar a credibilidade’, afirmou o presidente. | Foto: Ricardo Stuckert via BdF
‘Esse partido precisa voltar um pouco a ser o que era no começo, pra gente reconquistar a credibilidade’, afirmou o presidente. | Foto: Ricardo Stuckert via BdF

As eleições de 2024 serão pedreira para as forças progresistas e de esquerda em todo o país. E Lula sabe disso.


Em conferência do PT em Brasília que reuniu militantes e pré-candidatos nas eleições do ano que vem, o presidente mandou o recado: ou se volta para as bases e se reaprende a dialogar com o povo, ou então esquece!


O líder petista disse, ainda, que é preciso reinterpretar o mundo do trabalho e as novas necessidades dos trabalhadores de renda média que deixaram de votar no partido:


"O metalúrgico de São Bernardo do Campo que ganha R$ 8 mil já não quer mais votar na gente", observou.


Mas não precisava ir longe. Hoje o PT patina entre o eleitorado com renda a partir de 3 salários mínimos, que tem preferido votar majoritariamente na direita nos últimos anos.



E o que falar dos evangélicos? O público, que há pouco mais de 15 anos constituía o eleitor mais fiel do PT, deu um cavalo de pau e hoje, em grande parte, tem ojeriza ao partido.


“Como a gente vai chegar aos evangélicos? Não é individualmente o problema de uma pessoa. É uma narrativa que nós temos que aprender para conversar com essa gente, que é gente trabalhadora e gente de bem (...) Então, nós precisamos aprender a construir um discurso para falar com essa gente", alertou Lula.


E o maior político da história do Brasil reafirmou que vai participar ativamente do pleito em 2024 com um vaticínio:


"Vai ser outra vez Lula e Bolsonaro disputando essas eleições nos municípios”.


Pegou a visão?


Siga @helcioalbano


Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI.

Entre no nosso grupo do Telegram AQUI.

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.

Helcio Albano é jornalista e editor-chefe do Jornal Daki.



POLÍTICA