top of page

Atriz e modelo morre atropelada ao arrumar roda de carro em rodovia

Kamylla Cristina foi descrita pelos amigos como humilde, inteligente e determinada. Segundo a PM, vítima parou em acostamento quando outro veículo a atingiu


Foto: Reprodução/Redes Sociais e Polícia Militar
Foto: Reprodução/Redes Sociais e Polícia Militar

Determinada, educada, humilde e inteligente. Esses foram alguns dos adjetivos usados por amigos para descrever a atriz e modelo Kamylla Cristina Rosa de Oliveira, de 22 anos, que morreu atropelada no acostamento da GO-217, quando voltava de Caldas Novas para Goiânia. Segundo a Polícia Militar (PM), a vítima parou às margens da rodovia para arrumar a roda do carro, quando outro veículo a atingiu.


Nas redes sociais, Kamylla Cristina usava o nome artístico de Mila Maria. Em sua biografia, mostrava que além de atriz e modelo, era social media e trabalhava com publicidade e propaganda.


Apaixonada por viagens, Mila compartilhava sobre seus destinos. Rio de Janeiro e Espírito Santo são alguns deles.


O acidente


O acidente aconteceu na noite de terça-feira (13), em Piracanjuba. Segundo a PM, Kamylla estava na companhia de outras duas amigas. Uma delas, que dirigia o carro, notou que uma das rodas da frente poderia estar com defeito. Elas, então, pararam o veículo às margens da rodovia e notaram que a faltavam parafusos na roda.



Kamylla se prontificou para consertar a roda, mas enquanto fazia o trabalho, foi atropelada por outro veículo. Com o impacto, a jovem ficou gravemente ferida. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser acionado, mas quando os médicos chegaram ao local, ela já estava sem vida.


O veículo que atropelou Kamylla fugiu sem prestar socorro. No relato registrado pela PM, as amigas da vítima não conseguiram dar detalhes de como o veículo é, apenas que ele trafegava no mesmo sentido que o carro delas estava.



A Polícia Científica esteve no local do acidente para realizar perícia. O corpo de Kamylla foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Morrinhos para os exames cadavéricos.


A Polícia Civil também foi chamada e deverá investigar o caso como homicídio culposo, quando não há a intenção de matar.


Kamylla fazia trabalhos como modelo e atriz, mas também atuava como publicitária, na área de social media. Uma das amigas dela disse em um post de homenagem que, em breve, as duas iam abrir uma agência juntas.


“A gente ACABOU de organizar nossos processos da nossa tão sonhada agência. Amiga, será que falei o suficiente que te amava? Meu Deus, que dor que eu estou sentindo”, disse a amiga da jovem, Laura Freitas, pelas redes.


Outra amiga comentou na última foto da jovem que sempre se lembrará dela pela alegria. “Sempre quando me lembrar de você, vou me lembrar da sua alegria e luz. Agora você alegrará os anjos, descanse em paz linda e que Deus conforte toda a família”, disse.


No perfil de Kamylla nas redes sociais foi publicada a informação de que o velório e sepultamento dela acontece nesta quarta-feira (14), no Cemitério Parque Memorial.


*Com informações G1


Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI

Entre no nosso grupo do Telegram AQUI

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua. 

POLÍTICA

KOTIDIANO