top of page

Bozo foi passar vergonha na Argentina

Por Helcio Albano

Jair Bolsonaro durante passagem pela Argentina. Foto: X/Reprodução
Jair Bolsonaro durante passagem pela Argentina. Foto: X/Reprodução

O porraloca argentino virou presidente neste domingo (11) de modo bem melancólico. Apenas 8 chefes de Estado compareceram à sua cerimônia de posse.


O coisa ruim - que não é mais chefe de nada, no máximo do gado que mua por ele - foi barrado na foto oficial pelos seguranças do cerimonial.


Que vergonha... ou melhor, VERGUENZA!, como dizem los hermanos.


Poderia fazer uma Coluninha inteira da distopia bufona só copiando e colando as manchetes de domingo e do dia seguinte dos sites, como por exemplo:


"Milei revoga norma sobre nepotismo e nomeia irmā a cargo no governo" (UOL), evidenciando toda a hipocrisia do libertário anarcocapitalista e dos liberais em geral.


Ou esta aqui:



"Bastão presidencial de Milei tem a imagem de seus cachorros clo- nados" (CNN), que pode parecer fofa, mas só demonstra o grau de loucura do cara, reprovado no teste psicotécnico do Banco Central do seu país quando tentou emprego na instituição como economista. Banco, aliás, que quer extinguir mas voltou atrás.


Milei é o mesmo que defende venda de órgãos humanos e de crianças pobres.


A posse de Milei, que reuniu "o que há de pior na política do planeta" (Fórum), com figuras da extrema-direita mundial (Orbán e Zelensky estavam lá, além do bozo), também levou a Buenos Aires uma espécie única, apenas encontrada na fauna da terra brasilis, com maior abundância no sul do país:



E, pra finalizar:




Siga @helcioalbano


Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI.

Entre no nosso grupo do Telegram AQUI.

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.

Helcio Albano é jornalista e editor-chefe do Jornal Daki.