Buscar

Tributo à Legião: um sub-bairro de Santa Isabel, por Erick Bernardes


Livro ainda a ser publicado, ônibus da linha que abrange a região de Santa Isabel e o jornalista Alziro Zarur

Legião constitui lugar de pouca referência histórica e muita coisa ainda por descobrir. Eu diria haver por lá um quase zero de memória, região desmerecida pelo poder público, abandonada politicamente. Fiquei me indagando, portanto, sobre os reais motivos de Legião ter recebido nome assim curioso. Pois é, se não há registro, façamos enfim a nossa proposição. Criemos aqui reflexão sobre o sub-bairro Legião e oferecemos o primeiro degrau de estudo acerca da localidade.

Bem, falar de um lugar que ninguém consegue explicar é de fato um desafio ao cronista. No entanto, ao bom narrador, quando escassa a fonte investigativa, a ajuda amiga cai como luva confortável. Contudo, bastante cuidado no correr da letra para não tombar na armadilha do equívoco. E, acaso o escritor pressentir história estranha, melhor continuar. O estranho é irmão da fascinação. Isso mesmo, alguém questionará se o logradouro exótico compõe parte do território urbano ou rural que circunda parte da municipalidade. Não sei, impossível saber, de um lado chácaras e sítios; do outro, casas e casebres a tomarem o chão. Legião urbana ou rural, quem vai poder elucidar? Só sei que constitui parte de Santa Isabel, espaço pertencente ao município de São Gonçalo.

Dia desses, em um tipo de pesquisa sobre o referido sub-bairro Legião, entrei em contato com um amigo morador de Santa Isabel. Verdade, incrível como o acaso faz questão de demonstrar a sua força. Através dele tomei ciência da história do lugar cuja atividade filantrópica desde muito se fundamentou. Sim, afirmadíssimo, a fundação beneficente do jornalista Alziro Zarur, personagem famoso para a época, motivou o registro territorial do sub-bairro de Santa Isabel. Viu aí? Se antes, esse reconhecido radialista e presidente da Legião da Boa Vontade conseguiu deixar legado o nome da instituição caritativa, está claro o teor de importância espalhado na vizinhança. Pois é, Legião, nascido da homenagem àquela da Boa Vontade semeada por Zarur lá em Santa Isabel.

E, fica aqui a dica, ao pesquisador afoito por pioneirismos, procure relatos sobre o logradouro Legião e o seu fundador, esmiúce o sub-bairro pertencente a Santa Isabel. Vale mesmo a dica. Legião e a sua narrativa, toda essa história chega como música aos ouvidos do leitor.


Nota do autor: essa crônica só foi possível através da articulação dos pesquisadores Tatiana Costa, Nailine Pinheiro, o compositor Beto Cabeça e Cláudia Machado. Devo a eles a obtenção das fontes sobre Santa Isabel e Legião. Agradeço também aos demais estudiosos da memória: Ana Cristina Reis, Marcelo Vieira, Raquel Paltriniéri, Roberto Jardim, Sueli Brum e Viviane Moreira, todos estes colaboradores do Ciep 410, os quais escreveram o livro servido de referência (que se encontra ainda no prelo): A história de Santa Isabel e arredores.

Erick Bernardes é escritor e professor mestre em Estudos Literários.



MV1.2.jpg
MALUGA_2.jpg

© 2020 POR APOLOGIA BRASIL

  • w-facebook
  • Instagram
  • White Twitter Icon