top of page

Ex-Raimundos Rodolfo e esposa 'chutam o balde' contra pastores da Bola de Neve de SC: 'feridas na alma'

Casal foi "cancelado" pela congregação, músico foi acusado de caloteiro e esposa chamada de “Jezabel para baixo” por pastores "que tinham como amigos"

Ex-Raimundos, Rodolfo Abrantes diz ter sofrido abusos de pastores dentro de antiga igreja; veja vídeo (Crédito: Reprodução/Instagram)
Ex-Raimundos, Rodolfo Abrantes diz ter sofrido abusos de pastores dentro de antiga igreja; veja vídeo (Crédito: Reprodução/Instagram)


Fórum - Após 13 anos, o músico Rodolfo Abrantes e sua esposa, Alexandra Abrantes, relataram experiências abusivas que sofreram enquanto membros da Igreja Bola de Neve em Balneário Camboriú, Santa Catarina. As denúncias foram feitas nas redes sociais na última quarta-feira (22). Abrantes, que liderou a banda Raimundos até 2001, relatou ter sido "cancelado" pela congregação, com suas músicas banidas dos cultos. 


Ele e Alexandra também foram acusados de dívidas inexistentes e sofreram ataques psicológicos. A polêmica surgiu após denúncias de ex-fiéis sobre desvio de recursos pela Igreja Bola de Neve, nas redes sociais. As acusações dos internautas apontam para o desvio de dízimos e outras doações para o benefício pessoal dos pastores.


A esposa de Rodolfo fez o relato nos comentários de um dos acusadores: "Que vergonha dessa Bola de Neve. Queria poder mencionar o ‘@’, mas estou bloqueada. Talvez esteja bloqueada para não expôr (mais ainda) os abusos e manipulações que sofri quando era ‘membra’". Ela continua: "Se tem UMA COISA QUE EU ME ARREPENDO nessa vida, foi ter sido 'parte' da Bola de neve Balneário Camboriú".

Ela afirma que a pastora local teria deixado "feridas na alma" que carrega até hoje: "Pastora só por título, pois nunca cuidou de ninguém a não ser de si mesma. As feridas não foram só em mim. E há 13 anos me desvinculei desse sistema podre de manipulação e controle de pessoas. Que nada tem a ver com o reino de Deus. Vergonha! É o que eu sinto, além de muito arrependimento. Gostaria de pedir perdão, pra todas as pessoas, que diretamente ou indiretamente eu influenciei a frequentar essa suposta igreja, que nada tem de Cristo", disse.


Após o depoimento da esposa, Rodolfo também apresentou sua versão dos fatos e declarou: "em razão de não ter anunciado à época a nossa saída, muitas pessoas, principalmente na nossa cidade, ainda acham que estamos lá. Eu e minha esposa não temos conhecimento, nem compactuamos de absolutamente nada que tenha sido feito por meio da liderança desde 2011, quando saímos". 


Segundo ele, após a esposa ter feito as denúncias de abuso, ele e sua família foram vítimas de cancelamento dentro da comunidade. "Fomos cancelados por pastores que tínhamos como amigos", relata Rodolfo. "Minha esposa foi chamada de Jezabel pra baixo, fui acusado de uma dívida com o selo musical da igreja (o que através de uma prestação de contas foi comprovado que eu não devia nada),"


Ele acredita que essas ações visavam silenciá-lo. "Tudo isso , talvez com o intuito de se preservar e manter esse sistema funcionando. Fico muito triste com tudo que está acontecendo pois, mais uma vez, homens em nome de Jesus, O representam mal. Oro pelas pessoas que de alguma forma foram feridas", declarou.


O integrante da banda Raimundos também conta por que não comentou o caso na época. Veja o vídeo.

Nos siga no BlueSky AQUI.

Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI.

Entre no nosso grupo do Telegram AQUI.


Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.

POLÍTICA