top of page

Falta de energia e calorão: os perrengues de quem está em Maricá

Moradores saíram às ruas em protesto contra a Enel

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A Tribuna - A relação da Enel com Maricá está cada vez mais estremecida.


Alguns moradores afirmam que ruas de município estão sem luz desde domingo e reclamam da falta de resposta da concessionária distribuidora de energia.


Quase mil já aderiram a um abaixo assinado no Change que pede a melhorias no serviço e comprometimento da empresa com a cidade. A falha gerou bastante desconforto para a população, que, para suportar оs mosquitos durante toda a noite e parte da madrugada.

Eles dizem que esse ano já passaram por números episódios de interrupções no fornecimento de energia elétrica.



Moradora da Rua Setenta e Nove do Jardim Atlântico Leste, em Itaipuaçu, Bruna de Azevedo afirma que o problema não é novidade e acontece diariamente.


Nossa, isso tem acontecido diariamente. Quando a gente não fica sem luz, fica com picos de luz, ai fica numa fase só. A Enel está bagunçando com a gente Eu fiquei sem energia ontem eram 19h e só voltou as 3 da madrugada um calor insuportável. Foi horrível", disse.


A falta de luz interrompeu até quem estava tentando relaxar. Uma mulher reclamou no X, antigo Twitter, que foi tentar praticar yoga, mas o serviço da concessionária foi interrompido no meio da sequência de exercícios. Já uma moradora de Itaipuaçu afirma que a falta de luz e recorrente a que perdeu comida.



Nesta segunda-feira (15), a população protestou contra a Enel e cobrou um posicionamento da concessionária, que vem trazendo muitos transtornos desde o final de 2023. Com entulhos e pneus os moradores botaram fogo no local e bloquearam a passagem. Algumas pessoas reclamaram que estavam sem energia elétrica há três dias.



Em nota a Enel informou que na noite de ontem (15), por volta das 21h ocorreu um desarme no alimentador de Inoã, que atende o município Maricá.


Equipes foram devidamente acionadas. Devido a dificuldade de acesso ao local de realização dos repares houve um atraso no início das atividades.


O fornecimento do serviço foi restabelecido por volta das 3h. A Enel está investigando as causas do desarme.


Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI

Entre no nosso grupo do Telegram AQUI

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.


POLÍTICA