top of page

Bozo, o 'ixperto' que chora quando pego na 'ixperteza'

Por Helcio Albano

Fraudando/Pego na fraude
Fraudando/Pego na fraude

Escrevi um dia desses aqui nesta Coluninha que o bozo é um valente de fancaria, um covarde. E que a valenteza do coisa ruim não passava de um Mito, uma mentira. Agora, no caso das cadernetas fraudadas de vacinação, pudemos constatar que o miserável, além de covarde, é o típico "ixperto" de Rio das Pedras, cheio de rolo, que acha que sempre se dará bem.


Mas é tanto rolo em que tá enfiado, que ao mesmo tempo, porém, desconfia que um dia a casa cai. Mas reincide, e insiste, porque no fundo ele acha que todo mundo é otário e só ele é o esperto onde vale aquela máxima: "esperteza demais acaba engolindo o esperto", nesse caso, o ixperto.



Após um trabalho minucioso e impecável de investigação, a Polícia Federal pode chegar à ratatuia de falsificadores do sistema de dados de vacinação do Ministério da Saúde. E quem eram os falsários? A trepidante turma do núcleo duro de assessores do Bozo, entre eles o confidente, braço-direiro, o faz tudo, sua sombra: Mauro Cid, que meteu no rolo fraudulento e mequetrefe um miliciano e até um médico de São Gonçalo.


A PF crava que o excrementíssimo, notório negacionista da vacina - que depois de pego chorou na Jovem Pan -, sabia da fraude. E deu o ok pra que Cid forjasse os documentos pra que ele e sua trupe pudessem entrar sem maiores embaraços nos EUA.


Mais do que uma "travessura", como muita gente encara a ação do verme, a revelação dessa fraude nos expõe perante a comunidade internacional. Que agora, e com razão, tem todo o direito de duvidar das informações oficiais do Estado Brasileiro.


Olha a merda!?


Siga @helcioalbano


Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI.

Entre no nosso canal do Telegram AQUI.

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.

Helcio Albano é jornalista e editor-chefe do Jornal Daki.