top of page

Por que e como se organizar politicamente - por Karla Amaral


Foto: esquerdaonline.com.br
Foto: esquerdaonline.com.br

Eu li uma frase um dia que ficou na minha cabeça até hoje: “Ou você se organiza ou é organizado por alguém”. E ela tem total sentido. Se organizar politicamente é essencial nos dias de hoje. Lutar e reivindicar por causas que nos atravessam permitirá mudar as estruturas de nossa sociedade. Se ficarmos sentados/as no sofá aguardando mudanças de verdade isso nunca vai acontecer. Vamos falar aqui de quatro formas de se organizar politicamente que são super importantes nos dias de hoje.

Os Partidos Políticos são formas de participação direta no poder público, embora atualmente existir uma descrença por parte da população na política, esta é a forma mais direta de mudança da sociedade. Se não nos sentimos representados pelas figuras que ocupam o executivo e o legislativo, ocupemos nós esses lugares. Para participação em partidos políticos você pode:


- Procurar informações dos partidos, sua ideologia e sua história;

- Buscar informações das formas de filiação e participação;

- Entrar em contato com o partido da sua cidade.


Os Sindicatos são entidades que lutam pelos direitos dos trabalhadores e trabalhadoras. Cada trabalhador tem uma entidade sindical para chamar de seu, basta encontrá-la. Caso você queira se organizar a partir das entidades sindicais, você pode:


- Identificar qual a entidade que represente sua categoria;

- Pesquisar sobre a atuação desta entidade;

- Se sindicalizar;

- Participar das atuações, reuniões, comissões e movimentos do sindicato.

Os Movimentos Sociais são grupos organizados da sociedade civil que lutam e reivindicam uma causa social, para participar você pode:


- Identificar causas que são importantes para você;

- Pesquisar movimentos sociais que lutam por estas causas;

- Entrar em contato com as lideranças;

- Participar das reuniões e atuações.



Os Coletivos Políticos são grupos formados por pessoas para buscar realizar ações específicas. Podem ser dentro dos partidos políticos ou fora dele. Neste caso você pode:


- Pesquisar informações a respeito de coletivos voltados para ações que você considere importante;

- Entrar em contato com seus representantes e participar das ações;

- Você pode organizar um coletivo com amigos e conhecidos que desejem realizar determinada ação na sua cidade.

Não importa em qual coletivo, entidade ou partido você poderá se organizar, o que importa é você entender que nesta sociedade não é cada um por si e Deus por todos. Devemos ser UM por TODOS, TODAS e TODES porque como diz Emicida na música Principia: “Tudo, tudo, tudo, tudo que nós tem é nós. Tudo, tudo, absolutamente tudo que nós tem é. Tudo que nós tem é isso, uns ao outro”.

Karla Amaral é psicóloga e escreve para o Daki aos domingos.





POLÍTICA