top of page

Tenente-coronel do Exército desmaia ao receber visita da PF

Oficial é comandante do 1º Batalhão de Operações Psicológicas do Exército e suspeito de contribuir com o golpe de 8 de janeiro

O tenente-coronel Guilherme Marques de Almeida. Créditos: Redes Sociais
O tenente-coronel Guilherme Marques de Almeida. Créditos: Redes Sociais


Fórum - O tenente-coronel Guilherme Marques Almeida, comandante do 1º Batalhão de Operações Psicológicas do Exército, que tem sede em Goiânia, desmaiou nesta quarta-feira (8), ao receber a visita de policiais federais. Ele é alvo da Operação Tempus Veritatis, suspeito de contribuir com a tentativa de golpe de 8 de janeiro.


Policiais federais cumpriam mandado de busca e apreensão expedido pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal. Assim que os agentes chegaram, ele precisou ser socorrido às pressas.


A seguir, ele se recuperou e, segundo fonte da coluna de Rodrigo Rangel, no Metrópoles, até colaborou com as buscas.


O Batalhão que o tenente-coronel comanda, o de Operações Psicológicas, faz parte do Comando de Operações Especiais do Exército.

Marques de Almeida, que é tenente-coronel de infantaria, assumiu o comando da unidade no início deste ano.


Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI

Entre no nosso grupo do Telegram AQUI

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua. 


POLÍTICA