top of page

Gado roubado, agiota preso e linchamento em SG: a chapa esquentou!


Imagens: Reprodução
Imagens: Reprodução

O Rolé desta quinta (16), com frente fria e chuva que vai até domingo no leste fluminense, começa na editoria de Polícia de O São Gonçalo, que traz duas notícias. Uma em São Gonçalo, outra em Itaboraí.


Em seu site, o OSG dá a manchete: "Homem tenta roubar taxista, é linchado e acaba preso em SG". Diz o jornal que um homem foi preso por agentes da Operação São Gonçalo Presente quando recebia atendimento no Pronto Socorro Central de São Gonçalo. O acusado, de 30 anos, teria sido agredido por populares na Rua Estephânia de Carvalho, no Zé Garoto, após roubar um taxista e tentar fugir.



Caso foi levado para 73ª DP, em Neves, onde o homem foi reconhecido pela vítima do crime e autuado, em flagrante, por roubo.


Já em Itaboraí, um caso inusitado mostra que a ousadia dos criminosos não tem limites. Traz o OSG: "PM impede roubo de 100 cabeças de gado em Itaboraí".


A reportagem do jornal não revela muita coisa. Diz apenas que o caso aconteceu em Porto das Caixas. E que a ação policial ocorreu após uma denúncia, quando 100 animais já embarcavam em carretas. Houve troca de tiros e libertação de quatro motoristas tidos como reféns dos criminosos. Apenas um adolescente foi apreendido com drogas. O caso também foi encaminhado à 73ª DP.



Em março deste ano, uma outra ocorrência de furto de gado foi registrada em Itaboraí, mas precisamente em Itambi, bairro vizinho a Porto das Caixas. Na ocasião, 42 animais, avaliados em R$ 130 mil, foram furtados a mando do chefe do tráfico de drogas da comunidade do Gebara, e vendidos por R$ 60 mil a um fazendeiro de Sambaetiba, segundo investigação da 71ª DP.


A cotação da arroba do boi vivo (15 kg) está avaliada hoje em R$ 298,50. Um boi gordo adulto da raça nelore, de 450 kg, pode ser negociado por até R$ 9 mil.


Dando sequência à editoria Polícia, que está agitada nesta quinta, "Policiais de Niterói fazem megaoperação contra quadrilha de agiotagem", mancheteia A Tribuna. Segundo o site do jornal, policiais realizam nova fase da Operação Ábaco, de mandado de busca, prisão e apreensão contra uma quadrilha de agiotas que atua em Niterói, Rio e outros estados. Até a manhã, 24 pessoas haviam sido detidas. Já O Fluminense e OSG anunciam mais de 30 presos.



Saindo das páginas policiais direto para Cultura, traz O Fluminense, em destaque: "Premiação com aula de História ao ar livre em São Gonçalo". Sim, é uma daquelas manchetes insossas para um acontecimento da maior relevância: o resgaste histórico da Fazenda Engenho Novo, em Monjolos, a partir da interação Escola-Teatro.



O Movimento Ocupa Engenho Novo promoveu o Concurso Cultural de Redação “A História que Não Vivi” que premiou 25 estudantes com medalhas e tablets. As crianças , com visita guiada, puderam assistir in loco apresentação de época de atores e atrizes do Projeto Projeto Social Filhos de Dandara, que reproduziram o cotidiano de pessoas escravizadas na fazenda.


"Apesar da escola não estar tão longe da fazenda, ela trouxe para os alunos uma curiosidade incrível, e a gente viu que os que estão aqui foram aqueles que se empenharam mesmo. O empenho deles nos emocionou, porque a gente pode perceber o quanto esses projetos são necessários na escola, para poder resgatar alunos e crianças que estão sem perspectiva de vida", disse Dilvani Campos, diretora da Escola Municipal Célia Pereira da Rosa, em Santa Izabel.


É desse jeito, Dilvani. Desse jeito.


***

Acompanhe a gente em nosso canal no Telegram, no WhatsApp e em nossas redes sociais @jornaldaki. Chega junto com sugestões pra esse rolé chegar o mais longe possível.



POLÍTICA