top of page

Lula e Janja assinam carta em defesa da Democracia

A carta é um manifesto de iniciativa da Faculdade de Direito da USP, que já conta com mais de 793 mil adesões


Foto: Ricardo Stuckert
Foto: Ricardo Stuckert

Revista Fórum - Lula (PT) e a esposa, a socióloga Rosângela Silva, a Janja, assinaram nesta segunda-feira (8) a carta em Defesa do Estado Democrático de Direito, manifesto de iniciativa da Faculdade de Direito da USP, que já conta com mais de 793 mil adesões.


A informação foi confirmada à Fórum pelo advogado Marco Aurélio de Carvalho, coordenador do grupo Prerrogativas, na manhã desta segunda-feira (8).


"Lula é o único político brasileiro que de fato não precisaria assinar qualquer carta ou manifesto em defesa da Democracia. Seu compromisso com o Estado de Direito é inegável. Nunca, em momento algum, desrespeitou as instituições, e nem tão pouco o nosso sistema eleitoral, que é, inclusive, paradigma para todos os países do mundo. Com ele, perdeu e ganhou eleições. Sempre dentro das regras do jogo. Seu apoio, entretanto, é extremamente importante. E é um passo a mais na direção da expressiva adesão de 1 milhão de brasileiros e brasileiras", disse Carvalho.



O Grupo Prerrogativas, ao lado do Movimento 342, foi um dos primeiros a apoiar a iniciativa de professores e antigos alunos da Faculdade de Direito da USP.


"A adesão do Presidente Lula e de sua esposa Janja tem, ainda, forte caráter simbólico, pois se deu há exatos 45 anos da leitura da carta de 77”, disse ainda Carvalho sobre a Carta aos Brasileiros, um movimento da mesma comunidade acadêmica da Faculdade do Largo São Francisco contra a Ditadura, que foi lançada em 8 de agosto de 1977.

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.



POLÍTICA