top of page

Momentos - por Paulinho Freitas

SÃO GONÇALO DE AFETOS


Foto: Divulgação/PMSG
Foto: Divulgação/PMSG

Na vida nada é eterno, mas bem que alguns momentos poderiam ser eternizados. Quando nos sentíssemos sozinhos, carentes ou amuados nos transportaríamos para estes momentos.


Na tarde de ontem fui pelo centro da Cidade. Na Praça Zé Garoto, agora toda cercada, revi carrocinhas de pipoca, crianças brincando nos balanços, casais de namorados nos bancos trocando promessas de amor eterno, recém-casados posando para fotos de seus álbuns, os da terceira idade passeando, pegando um ar fresco e lembrando suas juventudes.


Alguns passos adiante deparei com o Cinema São José, mais tarde transformado em casa de Shows e hoje uma agência de revenda de motocicletas, Vi até o cartaz com o filme que lotaria as sessões do fim de semana, uma loja de tintas, ao lado a loja da Panzeroto, o Choop Center... Fui caminhando e mergulhando em lembranças até uma lembrança viva e maravilhosa aparecer na minha frente.



Ao sair de uma loja ouvi alguém chamar meu nome. Olhando para trás me deparo com Marcos Madeira, professor, ator, diretor e produtor teatral, artista plástico, carnavalesco, político, pai, avô e bom marido, junto dele a mais que maravilhosa Tania Madeira. Num abraço demorado lembramos da AGTA (Associação Goncalense de Teatro Amador), dos festivais de esquetes, de teatro e música, dos shows no Centro Cultural Joaquim Lavoura, das apresentações da peça “Se Chovesse Vocês Estragavam todos por ele e Katia Siqueira encenada e com minhas composições como trilha sonora.


Lembramos de Mary Cardoso, Jocimar de Ávila, Johayne Ildefonso, Mônica Mançur, Valmir Fagundes, Jorge Vale, Ivan de Oliveira, Jorge Fernando, A cidade fervilhando em arte, meu Deus! Tanta gente, tanto talento, tantos fazeres. Aquela década de 80/90 de tardes regadas a cerveja e viola no sítio de Apolo II, madrugada de papo do bom em Itacoatiara, O grupo Cidadão Pantopolista produzindo arte e cultura por prazer e amor a arte.


Momentos... Meu Deus, quantos momentos! Marcos Madeira continua por aí, Pantopolista, por todo lugar e sonhando muito. Muito legal o encontro e muito legal as lembranças as quais fui transportado. Fiquei muito feliz. Êh meus amigos Marcos e Tânia Madeira! Êh meu São Gonçalo repleto de lembranças e afetos!!!!!!


Madeiraaaaaa!!!


Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI.

Entre no nosso grupo do Telegram AQUI.

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique

AQUI e contribua.


Paulinho Freitas é sambista, compositor e escritor.






POLÍTICA