top of page

O Sorriso da Passista II - por Paulinho Freitas

Nota do editor: Paulinho Freitas tá aprontando das dele e pediu a esse editor que vos fala publicar em capítulos no Daki mais uma história. Só que dessa vez em "pílulas paulísticas" que no final cês vão entender. Hoje então começamos com o Nº1...

Arte - Reprodução
Arte - Reprodução

SÁBADO DE CARNAVAL

Capítulo 1


Após o desfile de nossa campeoníssima escola de samba ouço o seguinte diálogo:


Ele:

_ Oi sumida! Minha princesa maravilhosa, vistosa e todos os “osas” mais que

existirem, como você está? Que saudade!


Ela:

_Oi amigo! Comigo tudo bem e com você?


Ele:

_ Depois de nosso último encontro a vida perdeu até a cor, eu perdi o rumo, meu

coração nem estava querendo mais bater. Quando vi você parece que renasci. Você

é luz! Você é vida na minha vida!


Ela:

_ Você sempre galanteador, mesmo depois de tanto tempo é um encanto.


Ele:

_ Estamos nos devendo uma noite para brindar à vida e ao amor. Não aceito

recusa, você marca o dia e a hora, eu obedeço. Que dia e a que horas passo na tua

casa?



Ela:

_ Bem Bebê, sábado agora é desfile das campeãs, não posso. Domingo tenho

compromisso com minha ala Também não posso. Só no outro sábado. Você pode?


Ele:

_ Se for o dia de minha morte eu deixo pra morrer no outro dia. Você é mais

importante que tudo nessa minha vida.


Ela:

_ Então está marcado. Sábado, sem ser este, o outro, moro no mesmo lugar, ainda

se lembra?


Ele:

_ Se eu viver mil anos, mil anos vou lembrar.


Ela:

_ Você não é deste mundo! Que gentil! Dez da noite tá? Tchau Bebê!


Ela entra no carro da amiga, ele continua andando para apanhar seu carro que estava

mais à frente resmungando alto:


_Ela que me espere, desta vez não tem erro, já vou chegar “de bicho”, carregando

ela sem olhar pra trás. Na semana que vem mesmo vou pegar meu carro novo, ela

vai endoidecer comigo, ora se vai! Desta vez ela não escapa me aguarde...


Entrou no carro e saiu cantando pneus pelo túnel Santa Barbara. Ué! Ele não mora em

São Gonçalo? Tão nervoso estava que errou o caminho. Caramba!


>>> Não percam o próximo capítulo! Na quarta feira que vem!


***


Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI.

Entre no nosso grupo do Telegram AQUI.

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.

Paulinho Freitas é sambista, compositor e escritor.