top of page

'Tios do Zap' entram na mira do TSE em nova campanha contra fake news

A campanha pedirá cautela aos idosos no compartilhamento de textos, imagens e links que possam conter conteúdo falso ou conspiratório

Imagem: ilustração/Freepik
Imagem: ilustração/Freepik

DCM - O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) planeja uma campanha de combate às fake news com foco nos “tios do zap”. A avaliação da corte é que eleitores com idade superior a 60 anos têm maior vulnerabilidade em relação à desinformação.


A presidente do tribunal eleitoral, ministra Cármen Lúcia, deve apoiar a iniciativa, que vem sendo comandada pelo Instituto Palavra Aberta em parceria com plataformas digitais. A magistrada deve promover uma reunião sobre o tema nesta quinta (20).


O projeto reúne influenciadores digitais da terceira idade e repete um modelo bem-sucedido nas eleições de 2022, quando o material obteve mais de 700 mil visualizações. Objetivo é promover um “letramento digital” e alertar o público alvo sobre os cuidados ao compartilhar conteúdos.


A campanha pedirá cautela aos idosos no compartilhamento de textos, imagens e links que possam conter conteúdo falso ou conspiratório. A ideia inicial do Instituto Palavra Aberta é que o conteúdo produzido pela instituição seja divulgado pelo TSE em seus canais oficiais.


O tribunal tem feito um estudo sobre o perfil do eleitorado em 2024, mas em 2022 foi identificado que o número de eleitores nessa faixa etária cresceu 24% em relação a 2018 e chegou a 14 milhões.


O TSE tem promovido uma série de medidas contra fake news nas eleições de 2024 e recentemente aprovou uma resolução que regulamenta o uso e inteligência artificial nas campanhas e proíbe o uso de deep fake por candidatos.


Nos siga no BlueSky AQUI.

Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI.

Entre no nosso grupo do Telegram AQUI.


Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.

POLÍTICA