top of page

Carla Zambelli 'perde' R$ 30 mil por fake news contra Lula

A coligação Brasil da Esperança, que elegeu Lula, fez a representação contra a deputada

Fake news é com ela mesma/Reprodução
Fake news é com ela mesma/Reprodução


Fórum - A deputada federal Carla Zambelli (PL-SP) foi multada nesta terça-feira (20), em R$ 30 mil pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) por veicular fake news contra o então candidato Luiz Inácio Lula da Silva durante as eleições de 2022.


A coligação Brasil da Esperança, que elegeu Lula, fez a representação contra Zambelli por veicular informações falsas por meio de postagens em redes sociais disseminando mentiras contra o então candidato à Presidência.

A coligação acusou ainda a parlamentar de agir contra a confiabilidade no processo democrático brasileiro. Segundo a representação, ela divulgou informação falsa de que haveria fraude no QR Code de títulos de eleitores para favorecer Lula.


As postagens que Zambelli compartilhou afirmavam que o código contido na versão digital do título de eleitor contabilizaria de forma automática votos em benefício de Lula.


A votação pela condenação da deputada foi unânime. A única discordância partiu do ministro Kassio Nunes Marques, que tentou diminuir a multa para R$ 15 mil, mas foi voto vencido.


Carla Zambelli foi procurada pela Folha, mas disse que não se manifestaria nesta terça sobre o tema.


As postagens foram totalmente removidas das plataformas a partir de decisão tomada pelo ministro Raul Araújo, em 2022.


Entre no nosso grupo de WhatsApp AQUI

Entre no nosso grupo do Telegram AQUI

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.

POLÍTICA