top of page

Brucutus deram a letra na Tijuca - por Helcio Albano


O troglodita típico/Reprodução vídeo
O troglodita típico/Reprodução vídeo

Os irmãos Rodrigo e Rogério Amorim (PTB) deram a letra ontem (16) na Tijuca de como a quadrilha miliciano-bolsonarista atuará na campanha eleitoral de 2022: intimidação, truculência e violência em bando, sempre em bando, em forma de falanges ou de pelotões de "sufocamento" contra a militância de esquerda e os seus candidatos. Esta é a realidade posta, meus amigos.


A estratégia desses homúnculos é disseminar ódio e medo arreganhando os dentes para limpar a área e, assim, poderem reinar soberanos, tal qual nos seus milicianatos da zona oeste.



Frente a isso, conclamo:


1. Não tenhas medo, Deus e a Justiça são convosco!


2. Evite andar sozinho com qualquer elemento identificatório de campanha no corpo;


3. Sempre quando for a um ato de campanha, procure antecipadamente os organizadores e saiba quais medidas de segurança foram tomadas;


4. Os trogloditas têm caracteristicas muito marcantes, por isso sempre os monitorem e alertem sobre sua presença nas redondezas;


5. Ao ser provocado, não revide, na medida do possível;


6. Se ameaçado ou agredido, faça um boletim de ocorrência na Delegacia. É fundamental ter o registro oficial da violência sofrida.


O que está em jogo é se os fluminenses e cariocas irão deixar o Rio de Janeiro se transformar de vez num milicianistão sob Castro e essa horda protofascista e covarde. Para eles não existem limites, nem da lei, e muito menos da democracia.


Juntos, vamos derrotá-los. Confia.


Siga @helcioalbano

 

Ajude a fortalecer nosso jornalismo independente contribuindo com a campanha 'Sou Daki e Apoio' de financiamento coletivo do Jornal Daki. Clique AQUI e contribua.

Helcio Albano é jornalista e editor-chefe do Jornal Daki.